‘Não imprima boletos’, recomenda a Febraban; entenda por quê

Segundo a Federação Brasileira de Bancos, quadrilhas estão usando vírus para adulterar dados na hora da impressão, como valor e a conta onde o dinheiro será depositado

Guia Muriaé no WhatsApp

Nos últimos anos, o uso do Pix revolucionou a forma como realizamos transações financeiras no Brasil. Porém, mesmo com a praticidade oferecida por essa modalidade de pagamento, é importante manter a cautela, especialmente ao lidar com boletos bancários.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban

) emitiu um alerta sobre os perigos de golpes envolvendo boletos, destacando a importância de medidas preventivas para evitar fraudes.

Muitas quadrilhas têm se aproveitado de vulnerabilidades nos sistemas de impressão de boletos para aplicar golpes. Um dos métodos utilizados envolve a adulteração de dados, como o valor a ser pago e a conta de destino do dinheiro. Para evitar cair nesse tipo de armadilha, a Febraban recomenda que os usuários solicitem aos emissores que enviem os boletos no formato PDF, que é mais seguro e menos suscetível a adulterações.

Além disso, manter um antivírus atualizado é essencial para proteger os dispositivos contra vírus maliciosos que possam comprometer a segurança das transações.

Outra dica importante é conferir cuidadosamente os dados do banco emissor do boleto. Pequenos detalhes, como a logomarca inconsistente ou os números do código de barras que não correspondem ao banco indicado no documento, podem denunciar a falsificação.

Uma alternativa segura para evitar pagar boletos falsos é aderir ao Débito Direto Autorizado (DDA). Ao se cadastrar nesse serviço, o cliente recebe a versão eletrônica de todos os boletos emitidos em seu nome, garantindo a autenticidade das cobranças. O DDA funciona integrado à Plataforma Centralizada de Recebíveis, criada em parceria com os bancos para garantir a segurança das transações.

É importante destacar que o DDA difere do débito automático, onde o cliente autoriza o banco a efetuar o pagamento do boleto na data de vencimento. No caso do DDA, o cliente apenas recebe a notificação da emissão do boleto e pode autorizar o débito posteriormente.

O uso do boleto bancário ainda é uma das formas mais populares de pagamento no Brasil, com 4,2 bilhões de transações realizadas no ano passado, totalizando R$ 5,8 trilhões. Portanto, é fundamental que os usuários estejam atentos e adotem medidas de segurança para proteger suas finanças contra possíveis golpes.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Jornal O Tempo

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo