Neste sábado começa a Mega Vacinação contra a Covid-19

Neste sábado (20), vai ser realizado o “Dia D” da Mega Vacinação contra a Covid-19 – que é considerada pelo Governo Federal, como a maior campanha da história brasileira. Diversas salas de vacinação por todo o país estarão abertas para aplicar a primeira, a segunda ou a dose de reforço. A iniciativa começa neste sábado e continua de segunda a sexta-feira da próxima semana.

Buraq Salameh tem 33 anos e é empresário em São Paulo. Por lá, ele conta que toda a família e os amigos mais próximos já estão protegidos com as duas doses da vacina. Ele acredita que a dose de reforço vai trazer mais segurança. “Eu tomei duas doses da CoronaVac, aqui em São Paulo. Agora estou aguardando para tomar a terceira dose, a de reforço. Acho que vou estar mais protegido com a terceira dose da vacina e também no futuro”, avaliou.

Essa ação tem o foco de incentivar mais de 21 milhões de brasileiros que ainda não tomaram a segunda dose da vacina a procurarem os postos para completar o ciclo vacinal.

Também são esperados, aproximadamente, 9,3 milhões de pessoas que podem receber a terceira dose. Para chamar a atenção para o Dia D, o Ministério da Saúde vai promover eventos simultâneos em seis capitais em todas as regiões do país: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Manaus (AM), Curitiba (PR), Brasília (DF) e Salvador (BA). O calendário de ações em cada uma dessas cidades vai estar disponível nas redes sociais e site da prefeitura ou da Secretaria de Saúde local.

Para o secretário de Saúde do Distrito Federal, general Pafiadache, essa campanha de vacinação tem o potencial de melhorar a forma como o trabalho é realizado. “O dia D vai ser fundamental. Acho que vamos ter algumas experiências que poderemos utilizar em melhorias do processo. Não imagino que, aqui em Brasília, vamos ficar em só um dia D de vacinação, talvez tenhamos que fazer mais na busca do nosso público que ainda não se vacinou”, destacou.

O Ministério da Saúde, já distribuiu mais de 350 milhões de vacinas Covid-19 às unidades da federação. Por isso, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, garantiu que há vacinas para todos que precisam.

“A todos os brasileiros que ainda não foram tomar a segunda dose, que procurem as salas de vacinação, as unidades de saúde ou as estratégias usadas em cada município. Essas doses estão disponíveis para você. Você tomando a segunda dose ficará mais protegido contra a Covid-19 e ajudará o Brasil a superar essa crise sanitária”, chamou o ministro.

Dados da Covid-19

O Brasil registrou mais 12.301 casos e 293 óbitos por Covid-19, de acordo com o balanço mais recente do Ministério da Saúde. Desde o início da pandemia, mais de 21.989.962 milhões de brasileiros foram infectados pelo novo coronavírus.

O Rio de Janeiro ainda é o estado com a maior taxa de letalidade entre as 27 unidades da federação: 5,15%. O índice médio de letalidade do País está em 2,8%.

Fonte: Brasil 61


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo