Procon dá dicas de como escapar de golpes e ter mais segurança na hora das compras

Guia Muriaé no WhatsApp

A Black Friday é um dia de liquidações que atrai uma multidão de consumidores, tradicionalmente na última sexta-feira do mês de novembro.

Por isso, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) irá orientar e fiscalizar os comércios, coibindo assim as irregularidades nas relações de consumo.

Neste ano, por meio do programa Rota da Qualidade, as duas instituições atuarão de forma integrada e uniforme, em lojas da capital, alguns municípios, e também nos chamados e-commerces. As ações ocorrem em duas fases. A primeira, iniciada na última segunda-feira, 7, no Shopping Aquiry, se estenderá até o próximo dia 20 em outros locais de comércio, com atividades de orientação aos fornecedores de produtos e serviços. Já a segunda fase ocorrerá no período de 21 a 30 de novembro, com ações fiscalizatórias de retorno aos estabelecimentos comerciais notificados.

Embora a Black Friday seja realizada oficialmente no dia 25 de novembro, empresas de varejo já estão engajadas, promovendo o chamado “esquenta Black Friday”, que visa aquecer o comércio para a data, que promete grandes promoções de produtos e serviços.

O evento também abre brechas para fraudadores e golpistas, por isso, é necessário redobrar a atenção. Alana Albuquerque, diretora presidente do Procon/AC, destaca que neste período a maior parte das fraudes ocorrem por meio da internet. Por isso, o consumidor precisa estar precavido para não cair em armadilhas.

“Nessa época do ano é comum golpes de criminosos com páginas falsas que simulam comércio eletrônico, promoções falsas enviadas por e-mails, mensagens de WhatsApp, além da criação de perfis falsos que investem em mídia para aparecerem em páginas e stories de redes sociais. Então, é necessário estar atento na hora de aproveitar essa data”, frisou Alana.

O Procon listou alguns cuidados para evitar dores de cabeça na hora das compras:

– Realizar pesquisa de preço previamente, para que o consumidor não caia na chamada Black Fraude;
– Comprar apenas o necessário. Esse período de promoções pode resultar em endividamento desnecessário;
– Caso a compra seja feita em sites, verificar comentários de consumidores que já realizaram compras na página, atentar se o site dispõe de cadeado de segurança antes de incluir as informações de pagamento, e se os produtos comercializados possuem a certificação de segurança do Inmetro.
– Ler cuidadosamente todas as informações disponibilizadas pela loja para não ter dor de cabeça depois de fechar o negócio.
– Ter atenção nas descrições do produto que se deseja adquirir.
– Verificar a política de trocas da empresa. No caso de compras feitas pela internet, o consumidor pode solicitar a troca ou o cancelamento de um produto sem ter que apresentar justificativa, até 7 dias após o recebimento.
– Ter atenção redobrada na hora de efetuar os pagamentos; verificar dados de boleto, como data de vencimento e CNPJ da empresa. Em caso de pagamentos no Pix, deve-se estar atento ao nome do destinatário.

Sabendo dessas informações, o consumidor pode se resguardar, planejar e esperar a data de realização das compras.

A Operação Black Friday é uma ação conjunta do Programa Governamental Rota da Qualidade, realizada em parceria com Ipem/AC, que tem por finalidade atuar na prevenção, educação e transparência sobre as relações de consumo.

Fonte: Agência Acre

WhatsApp Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754
Seguir o Guia Muriaé no Google News
📲 Acompanhe o GUIA MURIAÉ - Facebook / Instagram / Telegram / Threads / TikTok / Twitter / YouTube / WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia Muriaé no WhatsApp
Botão Voltar ao topo