Chuvas na região podem provocar enchente em Muriaé

Devido ao temporal que caiu em Muriaé e em cidades vizinhas na noite de sexta-feira (6), o nível dos rios Muriaé e Preto está subindo gradativamente. Em função deste fato, a Prefeitura Municipal orienta que moradores de regiões ribeirinhas fiquem atentos, pois há possibilidade destes rios saírem de suas calhas em alguns pontos.

Caso este cenário ocorra, os moradores devem levantar os móveis, retirar de casa documentos e pertences pessoais e procurar a casa de familiares e amigos.

O Rio Muriaé subiu em média 50cm. A previsão é que, com a chegada das águas das cabeceiras, o nível suba em média mais 50cm nas próximas horas. Em pontos mais baixos, por exemplo, já está saindo da calha. O Rio Preto subiu 75cm com as chuvas que caíram na noite de sexta-feira, e provavelmente suba na parte urbana, em média, mais 35cm até 50cm.

Vale frisar que a Defesa Civil está trabalhando em permanente estado de monitoramento das áreas de risco e dos níveis dos rios Muriaé e Preto. Em caso de eventualidades, os muriaeenses devem entrar em contato através do 199 e (32) 98826-9846.

Contato com a água

As pessoas que tiverem contato com as águas das chuvas devem ficar atentas. O alto risco de contaminação durante as enchentes expõe a população a inúmeras doenças, como leptospirose, tétano, hepatites, difteria, febre tifóide e cólera. Há também um aumento na proliferação dos vetores de doenças, como ratos e mosquitos, e de picadas de animais peçonhentos, como aranhas, escorpiões e cobras.

A maioria das doenças ocorre devido à ingestão de água contaminada ou pelo simples contato com essa água. Por isso, a orientação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é evitar o contato com esta água e eliminar os focos de água parada.

A SMS informa ainda que, apesar de haver uma demanda natural da população por vacinas para minimizar os efeitos e riscos decorrentes deste contato com a água, as vacinas são para prevenir doenças e não para tratamento. Por esta razão, a população deve sempre estar com as vacinas em dia, uma vez que as doses estão disponíveis nas unidades de saúde da cidade o ano todo.

A pasta informa que o tratamento é feito após avaliação médica e com remédios, e que os muriaeenses em contato com a água das chuvas podem se dirigir à UBS mais próxima para atendimento, caso necessário.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre