Comitê decide e Muriaé permanece na Onda Vermelha do Minas Consciente

Com aumento na taxa de incidência do coronavírus em Muriaé nos últimos dias, o Comitê Extraordinário da Covid-19 na cidade se reuniu na noite desta quinta-feira, 21, para avaliar a determinação do programa Minas Consciente que manteve a cidade na Onda Vermelha.

Antes das definições, os membros ouviram representantes de academias de ginástica que pediram para serem ouvidos. Os empresários lembraram que o decreto presidencial permite o funcionamento de academias e se dispuseram a cumprir todas as regras sanitárias para poderem abrir as portas.

A procuradora-geral do município, Daniela Tambasco, explicou que, embora a determinação presidencial preveja a possibilidade, existe conflito com a determinação estadual, que é a responsável pelas classificações e restrições.

“Deixar de cumprir a norma estadual é deixar os cidadãos muriaeenses desassistidos no futuro. O Estado é o responsável pelo suporte a Muriaé e, ficar fora do plano é querer assumir responsabilidades por vidas. Não podemos ser inconsequentes quando se trata de vidas”, explicou.

Daniela lembrou ainda que a decisão do estado em manter Muriaé na fase restritiva foi motivada pela alta incidência de casos e ocupação dos leitos na cidade. “Mas é bom lembrar que o Governo Estadual avalia alterar o Minas Consciente e, mudando essa flexibilização, Muriaé acatará as decisões”, ponderou.

Outro segmento que participou desta primeira parte da reunião foi o comércio, através da Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação Comercial e Empresarial de Muriaé (CDL-ACE). A instituição foi representada pelo presidente Henrique Lourenço e o gerente executivo Vitor Santos.

Eles apresentaram protocolo de intenções pedindo o retorno do funcionamento do comércio não essencial, desde que respeitados critérios sanitários pertinentes. No entanto, embora justificadas, as solicitações esbarraram nas mesmas questões explicadas aos representantes das academias.

Na segunda parte da reunião, a equipe do Comitê Extraordinário da Covid-19 ponderou que a manutenção das recomendações visam controlar o avanço da doença e fazem parte das orientações para a retomada segura e gradual das atividades econômicas. Mas vale lembrar que o cenário pode ter atualizações em breve.

“As determinações para a próxima semana serão divulgadas na próxima quinta-feira, a partir das 15h, pelo comitê estadual. Havendo mudança, vamos nos reunir novamente para avaliar e decidir o melhor caminho para nossa cidade”, disse o secretário de Saúde, e vice-prefeito, Marcos Guarino.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo