DEMSUR alerta que água de mina na Barra é imprópria para consumo humano

Técnicos do laboratório da Estação de Tratamento de Água – ETA Gávea, realizaram nova coleta e análise de água da mina que fica na rua São Vicente, na Barra. O local é conhecido como “Mina da antiga Febem” e os resultados mostraram, mais uma vez, que a água é imprópria para consumo humano.

A coleta ocorreu no dia 9 de agosto e a análise foi feita no dia seguinte. O laudo técnico revela presença de bactérias do grupo coliforme total e coliforme fecal, ou seja, um grande indicativo de que essa água foi contaminada por fezes e esgoto.

É importante destacar que essas bactérias, transmitidas por meio das fezes, são capazes de provocar problemas intestinais de gravidade variada dependendo do grau de contaminação.

Além de controlar a qualidade da água que é tratada nas ETAs Gávea e Rio Preto e distribuída aos muriaeenses, o Demsur também realiza análise nas minas da cidade periodicamente no intuito de orientar a população e, principalmente, alertá-la sobre riscos à saúde.

Em caso de dúvida e esclarecimentos sobre a qualidade das águas dessas minas o cidadão pode entrar em contato com o laboratório da ETA Gávea, que é responsável pelas análises, através do telefone 3728-2607.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre