Evento debate violência contra mulheres lésbicas, bi e trans em Muriaé



O enfrentamento da violência e da discriminação sofridas por mulheres lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais foi o assunto da roda de conversa que aconteceu na tarde do último domingo (18), no Teatro Zaccaria Marques. Com apoio da Prefeitura, que cedeu o espaço para a realização, o evento foi desenvolvido pela Organização LGBT de Muriaé, promovendo debates de conscientização sobre o tema.

O presidente da instituição, Nicholas Lopes, conta que recentemente o grupo recebeu denúncia referente a um casal de lésbicas da cidade que sofriam agressão verbal e física das próprias famílias. “O Dia Internacional da Mulher não deve ser apenas o 8 de março, mas sim todos os dias. A violência contra as pessoas do sexo feminino tem aumentado, e isso é preocupante”, considera. Para encabeçar os debates, foram convidadas a atriz Thaís de Jesus, representando as mulheres bissexuais; a sócia-fundadora da Organização LGBT de Miraí, Tatiani Oliveira, falando em nome das homossexuais; e a integrante da Rede Afro LGBT de Minas Gerais, Gisella Lima, abordando a situação de travestis e trans.




Estabelecer parcerias em defesa das variadas classes que formam a população muriaeense é um dos compromissos da Administração. “Precisamos sempre oferecer condições para que todos tenham seus direitos garantidos, independentemente de orientação sexual, deficiência física, cor da pele, religião ou de qualquer outro fator. Queremos construir um novo caminho não só de desenvolvimento, mas também de respeito por todas as pessoas”, pontua o prefeito Grego.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.