Falta de combustível provoca corrida aos postos em Muriaé



O final da tarde desta quarta-feira (23) foi de uma verdadeira corrida aos postos de combustível em Muriaé.

A greve dos caminhoneiros, que teve início na segunda-feira (21), impediu que o estoque dos estabelecimentos fosse reposto. Diante deste cenário, a maioria dos postos iniciou o dia de hoje com estoque já em baixa e na metade do dia alguns já estavam com combustível em falta.

Sem uma definição de quando a situação seria normalizada, a população correu aos estabelecimentos tentando alcançar o que restava dos estoques. O que se viu no final da tarde de hoje foram muitas filas nos postos.




Até mesmo a Viação União, que anunciou no final da tarde de hoje que iria reduzir o transporte público na cidade devido à falta de diesel, teve que procurar por abastecimento externo, pois os tanques da empresa já estavam zerados. Amanhã a empresa deve prestar o serviço na cidade com pelo menos 12 carros a menos.

Petrobras vai reduzir preço do diesel nas refinarias por 15 dias

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou na noite de hoje (23) uma redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 15 dias. A decisão, segundo ele, busca contribuir com uma possível trégua no movimento dos caminhoneiros, que estão paradas nas estradas há três dias contra preço do combustível.

Na prática, a Petrobras avalia que a redução média será de R$ 0,23 nas refinarias, resultando numa queda média de R$ 0,25 nas bombas dos postos de combustível. A medida vale apenas para o diesel. A expectativa é de que a paralisação seja suspensa e, nos 15 dias em que vigorar a nova tarifa, governo e caminhoneiros encontrem uma solução definitiva.

Fonte: Guia Muriaé, com informações da Agência Brasil

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.