Moradores do bairro Porto sentem diminuição considerável no mau cheiro da Estação de Tratamento de Esgoto

Desde 2020, os moradores do bairro do Porto e região sofrem com o mau cheiro oriundo do Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Principal de Muruiaé.

Uma situação que a diretoria estava ciente antes mesmo de assumir a autarquia e tratou com prioridade a realização das intervenções necessárias para reduzir ao máximo o odor, que tanto incomodava a comunidade local.

A solução para esta situação, no entanto, demandava tempo e processos a serem cumpridos. O primeiro deles era realizar o tamponamento e vedação de toda a etapa de tratamento preliminar do esgoto. Em seguida, foi necessário aumentar a eficiência de exaustão dos gases que são gerados nos reatores para posteriormente executar a queima desses gases, um passo importante deste processo.

Nesta semana, foi realizada o acionamento dos queimadores e com o cumprimento desta fase, os moradores do Porto já estão sentindo a melhora significativa do mau cheiro, comprovando assim, a seriedade e eficiência do trabalho técnico realizado.

Segundo Elias Conceição, morador do bairro do Porto há 58 anos, “houve uma redução considerável no mau cheiro. Na minha avaliação, já reduziu 90%.”

A última etapa deste tratamento é refazer a caixa que conduz o esgoto tratado para o rio de forma submersa. A estrutura que existia foi rompida na última enchente e por isso precisará ser refeita. Todo o processo de licitação para compras de materiais para a execução da obra já foi realizado. Agora, a equipe aguarda o momento de diminuição máxima do volume de água do rio Muriaé para iniciar este trabalho, finalizando, assim todas as etapas para diminuição

Fonte: DEMSUR


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo