Muriaé mantém funcionamento do comércio e da Feira e autoriza autoescolas e restaurantes

Em live transmitida na noite desta quinta-feira (21), a Prefeitura de Muriaé anunciou que vai manter o funcionamento do comércio nos mesmos moldes do que vem ocorrendo nesta semana e ainda ampliar o retorno gradual de outros setores.

O secretário municipal de Saúde, Paulo César de Oliveira, voltou a mostrar preocupação quanto ao aumento de casos na cidade e ressaltou a necessidade dos moradores usarem máscaras de proteção e só saírem de casa em casos de extrema necessidade.

– Não posso deixar de trazer minha preocupação que está cada dia maior. Hoje na reunião do Comitê fiz uma pergunta: “quem não tinha uma pessoa próxima positivada para o Covid-19”? Todos tinham, inclusive eu. O vírus está se espalhando e se aproximando de todos. Meu conselho: vamos intensificar nossos cuidados. Vamos usar máscara e sair de casa apenas quando necessário. A previsão de pico do coronavírus é dia 06 de junho, tomara que isso não aconteça, mas para isso depende da atitude de cada um de nós – disse.

Já o médico infectologista, Daniel Licy, alertou a população para o perigo da doença e pediu que a população siga contribuindo para diminuição da disseminação.

– Ainda vai morrer gente com o Covid-19 até o final do ano e até o ano que vem, porque por exemplo ainda temos mortes na cidade com vírus que circularam em 2019 e até hoje fazem vítima na cidade. Precisamos reduzir o impacto, fazer com que sofremos menos. Não temos como dar assistência a todos que possam adoecer. Não há estudos atuais que mostrem que os medicamentos em uso diminuam mortes ou curem. Precisamos reduzir o achatamento da curva da doença para dar melhores condições de cuidar da população. Ninguém morreu na cidade por falta de cuidados médicos. Tenho medo por perdemos o controle por se tratar de uma doença nova – relatou.

O prefeito Grego afirmou que uma parcela da sociedade da cidade acredita que o coronavírus se trata de uma “gripezinha”. A falta de arrecadação também preocupa o gestor, que citou redução de impostos principalmente de ICMS, IPVA e tributos em abril – somente o ICMS em comparação com o mesmo mês do último ano caiu mais de 50%. A Administração espera uma queda ainda maior neste mês de maio.

– Agradeço a população que está denunciando os comércios que estão burlando a Lei de funcionamento dos estabelecimentos. Vamos caçar o alvará de quem está desrespeitando a Lei. Outra coisa é que precisamos que o Governo de Minas nos apóie, já que somos pólo e referência para várias cidades vizinhas. Informo ainda que não recebemos dinheiro do Governo Federal para o combate ao Codid-19 – disse.

Outra novidade que o prefeito anunciou foi a autorização de funcionamento de autoescolas e restaurantes. No caso de restaurantes, que não poderão vender bebidas alcoólicas, eles poderão funcionar todos os dias, nos horários de 11h as 14h e 18h as 21h.

A Feira Livre continuará funcionando aos domingos na Gávea. O local inclusive será asfaltado, segundo o prefeito.

Situação do coronavírus em Muriaé

Hoje, a cidade de Muriaé chegou a marca de 100 casos confirmados de coronavírus. Até o momento, são cinco óbitos confirmados no município, sendo uma vítima moradora de Miradouro atendida e que vinha recebendo em Muriaé.

Há ainda 42 casos em investigação e dentre os casos confirmados 38 pacientes superaram a doença.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre