Muriaeenses começam a receber escrituras após décadas de espera

Após décadas de espera, o sonho de ter em mãos a escritura da casa própria já vem se tornando realidade para diversas famílias de Muriaé.

Na última terça-feira (28), em reunião que aconteceu no Centro Administrativo, foram entregues mais dois documentos, conseguidos após a regularização de pendências junto à Companhia de Habitação (Cohab). O sucesso do trabalho, que é promovido pela Prefeitura e há cerca de 15 dias já havia contemplado outras três pessoas, vem trazendo aos solicitantes a garantia de finalmente terem a posse definitiva de seus imóveis. Em vários casos, os entraves já duram mais de 30 anos.

Uma das beneficiárias, a massoterapeuta Sandra Figueiredo se emocionou ao receber o documento pelo qual lutava há tanto tempo. “É um sonho de muito tempo e que agora se concretizou. O imóvel era da minha mãe e ficou não só para mim, mas também para mais duas irmãs e dois sobrinhos. Agora finalmente podemos dizer que a casa é nossa de verdade”, afirma.

Iniciativas da Prefeitura vêm facilitando acesso a escrituras

As conquistas de escrituras se tornaram possíveis graças a uma ação inédita da Administração, que disponibilizou uma servidora para atuar na resolução de assuntos relacionados à obtenção dos documentos de posse. Além disso, a Prefeitura também firmou parceria com a Cohab no fim de 2017, permitindo que pessoas que tivessem dívidas com a companhia pudessem regularizar suas situações tendo desconto total nos juros.

Outra frente realizada com sucesso foi o I Mutirão de Conciliações, feito juntamente com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o Centro Universitário Unifaminas e a própria Cohab. A iniciativa, ocorrida no início de agosto, consistiu em uma série de reuniões com muriaeenses que, após mais de 30 anos morando em um mesmo local, ainda não conseguiram as escrituras. “Nós tivemos um índice altíssimo de acordos, e é bem provável que tenhamos outras edições futuramente”, disse, à época, a juíza Alinne Arquette.

Fonte: PMM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre