Home / Notícias / Cidade / Oficina capacita educadores para diagnóstico do trabalho infantil em Muriaé

Oficina capacita educadores para diagnóstico do trabalho infantil em Muriaé

Oficina realizada nessa sexta-feira (5), no auditório do Senai, capacitou profissionais da rede municipal e estadual de educação e da área socioassistencial sobre trabalho infantil. Os profissionais receberam orientações para a realização de uma pesquisa/questionário com alunos de 9 a 17 anos sobre a temática.

Os esclarecimentos foram repassados pelo procurador do trabalho da Procuradoria Regional do Trabalho (PRT 3) de Juiz de Fora, Wagner Gomes do Amaral. “O combate ao trabalho infantil é uma meta prioritária área de atuação do Ministério Público do Trabalho. Desta forma, estaremos preservando o futuro do nosso país, a melhoria das condições sociais e cumprindo as determinações que estão na nossa Constituição”, afirma.




Ainda segundo o procurador do trabalho, o diagnóstico é importante para se conhecer a realidade da região, para, efetivamente, promover política pública de combate ao trabalho infantil e de inclusão social das crianças e adolescentes que são vítimas de trabalho irregular. “O objetivo é identificar os casos e realizar as correções que forem necessárias”, frisa.

Além do procurador, promotores da Comarca de Muriaé, Fábio Lauriano e Jackeliny Rangel, também usaram a palavra para fazerem suas considerações sobre a problemática do trabalho infantil.

Durante o evento, a equipe do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) apresentou um diagnóstico dos resultados de pesquisa realizada em Muriaé em 2018 em 20 escolas públicas, para identificar possíveis casos de trabalho precoce, com o intuito de apoiar o planejamento das estratégias de redução do trabalho infantil.




A partir desses dados, foram realizadas as visitas técnicas e os casos foram encaminhados aos serviços da rede do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Conselho Tutelar. Logo após, a equipe da inspeção escolar orientou professores e pedagogos quanto à aplicação do questionário.

A secretária Municipal de Educação, Maria da Conceição Rodrigues de Souza, a Nininha, frisa sobre a importância do evento. “Esse encontro se propôs a questionar a adultização da criança nos dias atuais, discutir suas principais causas e consequências para as crianças e apontar a necessidade de mobilização de toda a sociedade, a fim de resgatarmos a infância que nossas crianças estão perdendo”, diz.




“Já avançamos muito quanto ao combate do trabalho infantil em nossa cidade, mas vamos avançar ainda mais. Sabemos que lugar de criança é na escola e junto com a família”, completa o secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Alex Reis Pedrosa, o Leleco.

A Oficina do Projeto Resgate e Infância – Eixo Educação é uma realização da Prefeitura de Muriaé, através das secretarias municipais de Educação e Desenvolvimento Social, Superintendência Regional de Ensino e Ministério Público do Trabalho.

Fonte: PMM

Confira também

Prazo para pedir isenção em concurso da Prefeitura de Muriaé começa segunda

Começa na próxima segunda-feira (8), às 10h, o prazo para requerer isenção de pagamento da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *