Prefeito de Muriaé afirma que pode voltar a fechar comércio; lockdown não é descartado

O aumento dos casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) pode fechar novamente o comércio em Muriaé. Em live transmitida nessa sexta-feira (5), autoridades falaram sobre o cenário da doença no município e não descartam o lockdown (medida extrema onde todos são obrigados a não sair de casa).

O último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Muriaé ontem mostra que há 257 casos confirmados na cidade, com 112 pacientes curados. Outros 23 casos estão em investigação e 14 óbitos já foram confirmados.

Confira abaixo os principais pontos tratados na live:

– Temos uma possibilidade real de retroceder e voltar a fechar o comércio se o número de casos continuar subindo na cidade. Aproveito para repudiar o áudio que circulou esta semana em um aplicativo, afirmando que Muriaé tem mais de mil casos de coronavírus. Isso é fake news, não tem nenhum fundamento. A Prefeitura é obrigada a informar todos os casos positivos no município e não estamos escondendo nada – afirmou o prefeito Grego.

– O lockdown pode ser necessário. É uma medida possível. Temos pessoas morrendo na cidade e vamos continuar tendo óbitos aqui. O vírus não tem data para ‘ir embora’. Não existe medicação comprovada que ajude a conter o Covid-19. Ainda não há uma data prevista para a vacina, que não deve sair tão cedo. O lockdown poderá ser necessário se houver um descontrole do coronavírus em Muriaé e região. A expectativa é que o aumento de casos da doença aumente na primeira quinzena de junho em todo Estado – disse o médico infectologista Daniel Licy.

– Estamos caminhando para um descontrole do coronavírus. Temos atualmente 46 pacientes internados, 31 suspeitos e 15 positivos. 13 estão em leitos de UTI. A medida que os casos vão aumentando podemos ter que retrair e a culpa é da população, que não está atendendo nossas orientações. Lembro que até mesmo os laboratórios particulares são obrigados a notificar os exames que derem positivo e os resultados repassamos ao Governo do Estado – alertou o secretário de Saúde, Paulo César de Oliveira.

As autoridades voltaram a clamar pela conscientização dos moradores, para que usem máscara de proteção e álcool em gel para higienização das mãos, que só saiam as ruas em casos de necessidade.

O comércio em Muriaé seguirá funcionando na próxima semana (bares seguem proibidos de vender bebidas alcoólicas) e não haverá extensão do horário de funcionamento em ocasião do Dia dos Namorados.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre