Home / Notícias / Cidade / Projeto do IF Muriaé promete estimular Agroecologia e geração de renda na região

Projeto do IF Muriaé promete estimular Agroecologia e geração de renda na região

Quando o isolamento social foi decretado na cidade de Muriaé e impediu o comércio por meio de feiras, em 17 de março de 2020, ficou mais difícil para os agricultores locais e regionais disponibilizarem produtos agroecológicos aos consumidores.

Naquele momento, as feiras já movimentavam R$120 mil por ano na região, graças à organização dos produtores e produtoras em cooperativa (Cooperativa de Agricultura Familiar – COOPAF) e também em uma rede solidária parceira do IF Sudeste MG – Campus Muriaé, denominada Sabor e Saúde da Serra. As três organizações perceberam, então, que era o momento de se reinventar para continuar gerando renda e proporcionando saúde à população, mesmo com o novo contexto de pandemia de Covid-19. Foi assim que surgiu a ideia de retomar a oferta de um serviço mais conveniente do que as feiras: o delivery (serviço de entregas).

Por já ter experimentado a venda direta nas residências antes da comercialização em feira, a Rede Sabor e Saúde da Serra sabia que era preciso reorganizar o escoamento da produção e contar com pessoas capazes de articular a nova logística. Assim, o Campus Muriaé, por meio do Núcleo de Estudos em Agroecologia Puris (NEAP), aproveitou a oportunidade aberta pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica (Conif) de fomentar iniciativas voltadas ao combate à pandemia e elaborou um projeto, submetendo-o à avaliação. A aprovação veio no dia 15 de maio, quando o resultado final da seleção do Conif garantiu o financiamento de R$47 mil para o IF Sudeste MG colocar o delivery – e todo o conjunto do projeto – em prática.




Segundo a coordenadora do Núcleo de Estudos e professora do Campus Muriaé, Juliana Calixto, o objetivo geral do projeto é apoiar a “Rede Sabor e Saúde da Serra”, auxiliando na manutenção de geração de renda desses agricultores, agricultoras e suas famílias. Pelo viés da saúde, o projeto busca permitir que consumidores tenham acesso a alimentos de qualidade e sem agrotóxicos, na segurança de suas residências. Para conectar os dois lados desta troca, será desenvolvido um aplicativo para realização de pedidos e pagamento, além de um site com informações sobre agricultores da Rede Sabor e Saúde da Serra e seus agroecossistemas.

Como benefício direto para o IF Sudeste MG, está a capacitação de alunos na elaboração e manutenção de softwares e no funcionamento de redes solidárias de comercialização. Serão três bolsistas atuando junto a sete professores da instituição e a uma agricultora da COOPAF. “De forma complementar, o projeto ainda auxilia na divulgação da Agroecologia como uma ciência que pode ajudar a explorar os vínculos entre agricultura e saúde”, destaca Juliana.

Sobre a seleção do Conif




O IF Sudeste MG teve três projetos aprovados pelo Edital Conif nº 01/2020 – Enfrentamento à COVID-19 e todos eles receberão recursos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação. O resultado final foi divulgado na última sexta-feira (15).

Além do projeto do Campus Muriaé, foram contemplados projetos dos campi Barbacena e São João del-Rei, intitulados respectivamente: “Implementação da Cápsula Vanessa para tratamento de pacientes com COVID-19” e “Biossegurança para Profissionais de Enfermagem no Combate à COVID-19”. Ao todo serão disponibilizados mais de R$ 6 milhões para os projetos em todo o país.




Fonte: IF Muriaé


Confira também

Higienização e desinfecção veicular: você sabe a importância?

A higienização e desinfecção veicular vai muito além de estética. Pense em quantos fungos e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre