Home / Notícias / Cidade / Restaurante tradicional fecha as portas definitivamente em meio a pandemia

Restaurante tradicional fecha as portas definitivamente em meio a pandemia

Foto: Guia Muriaé
Um restaurante tradicional de Muriaé anunciou que vai fechar de forma definitiva suas portas em razão dos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Com 11 anos de atividades, o proprietário do Fassarella Restaurante, Renato Fassarella, anunciou que a empresa já está em processo de fechamento, pois seu negócio se tornou inviável diante das exigências impostas ao setor e concorrência com mercado informal. O estabelecimento funcionava na Rua Paschoal Bernardino, no Centro.

O Fassarella paralisou suas atividades no meados de março e retornou em abril com serviço delivery, mas no dia 2 de maio foi anunciado oficialmente o fechamento do estabelecimento, assim como outros comércios que já fecharam na cidade neste período, aumentando o desemprego no município.




Em nota, o proprietário lista as difículdades enfrentadas neste período de pandemia. Confira a carta de despedida:

Nós proprietários de restaurantes estamos atravessando um período muito difícil e tendo que tomar severas medidas para sobreviver a essa crise.

Eu falo em nome do Restaurante Fassarella, que já de encontra com funcionários demitidos e na fase final, concluindo o fechamento da empresa.




Entendo a importância dessas medidas na área de prevenção, porém pedimos a compreensão da equipe da Prefeitura de Muriaé, responsável por essa prevenção, para flexibizar e olhar para esse setor com mais atenção.

Não conseguimos manter o aluguel do imóvel que é alto, os compromissos a pagar, os funcionários e outros, sem saber o tempo que essa epidemia durará.




Mesmo não atuando (mais) no setor de restaurantes, eu falo em nome dos amigos que irão continuar no ramo, tendo que se adaptar a esse novo jeito de trabalho, transformando self-service em delivery e a lá carte, onde minha experiência foi decepcionante, onde o mercado informal não tem as mesmas despesas com impostos, carteiras assinadas e não sofrem exigências da fiscalização, conseguem (assim) vender seus produtos a baixo custo.

Com o trabalho a delivery não conseguimos alcançar 20% do faturamento real da empresa como self-service, além de ser trabalhoso com custos mais altos.

Me despeço com muita tristeza e pesares, de uma empresa que durou 11 anos. Desejo boa sorte a todos que continuam nessa jornada.

Fonte: Guia Muriaé


Confira também

DEMSUR: Central de Atendimento 115 funciona 24 horas por dia

Nem todos sabem, mas a Central de Atendimento 115 do Demsur funciona 24 horas por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre