Sem estoque nos depósitos, botijão de gás de cozinha chega R$ 150 em Muriaé



Em meio a crise de desabastecimento provocada pela paralisação dos caminhoneiros, os depósitos de gás estão sem estoque em Muriaé. Algumas pessoas que ainda têm gás de cozinha estão vendendo a botija por até R$ 150, valor este 100% mais caro do que o preço praticado por alguns estabelecimentos antes do início da greve dos caminhoneiros.

O PROCON alerta que aqueles que forem denunciados podem ser multados pelo preço abusivo e ainda presos por crime contra a economia popular. Diversos casos já foram registrados pelo país, tanto com prisões em flagrante e também com multas pesadas, como a que recebeu um comerciante em Campina Grande, na Paraíba. Pelo preço abusivo, a multa girou em torno de R$ 30 mil, segundo o PROCON.




Nessa terça-feira (29), além de combustíveis, a Polícia Militar de Minas Gerais também passou a escoltar caminhões de gás. A Associação Brasileira dos Revendedores de GLP espera que o produto comece a chegar no mercado da capital e do interior de Minas já nesta quarta-feira (30).

Fonte: Guia Muriaé

Últimas notícias em vídeo



2 comentários para “Sem estoque nos depósitos, botijão de gás de cozinha chega R$ 150 em Muriaé”

  1. Reginaldo says:

    Acho que cabe, também, por parte do jornalismo essa denúncia ao Procon. Aumento razoável é uma coisa, pratica abusiva de preço é outra. Cadeia nesses corruptos (sim, também são corruptos abusivos)

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.