Seminário “Dia Internacional da Mulher” acontece na próxima quinta em Muriaé



Palestras, apresentação cultural e roda de conversa farão parte da programação do 1º Seminário “Dia Internacional da Mulher”. Promovido pela Prefeitura e Conselho Municipal de Direitos da Mulher (CMDM), o evento inédito na cidade acontecerá na próxima quinta-feira (22), a partir das 13h, no Teatro Zaccaria Marques. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas via internet (https://goo.gl/AMmzUJ).

Com o tema “Há o que comemorar?”, o Seminário, com entrada gratuita, conta com apoio de entidades ligadas às causas femininas, universidades, entre outros parceiros, com o objetivo de ampliar a celebração do Dia da Mulher (8 de março), demonstrando a atenção da Administração à causa. Temas como direitos e abusos contra o público feminino também estarão em pauta. No último sábado (17), integrantes do CMDM organizaram ação na Praça João Pinheiro, Centro, para divulgar o evento e chamar a atenção do público para a temática.




O Seminário contará com a presença de Luciana Senra, doutora e mestre pela Universidade Federal de Juiz de Fora. A programação inclui ainda exposição dos diversos trabalhos realizados no mês dedicado à mulher pelos parceiros, grupo de mulheres, usuários da política de assistência social, saúde e estudantes. Ao final, será emitido certificado de participação.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.