Seminário inédito em Muriaé debate direitos e conquistas da mulher



O 1º Seminário “Dia Internacional da Mulher” reuniu cerca de 280 pessoas no Teatro Zaccaria Marques na tarde da última quinta-feira (22), quando foram discutidos sobre os direitos, conquistas e desafios do público feminino. Promovido pela Prefeitura e Conselho Municipal de Direitos da Mulher (CMDM), o evento inédito na cidade também abordou sobre as diversas formas de violência, além de proporcionar um momento de reflexão sobre o papel da mulher na atualidade.

Com o tema “Há o que comemorar?”, o Seminário contou com palestra da psicóloga Luciana Senra, doutora pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Ela apresentou ao público (formado tanto por mulheres como homens), de forma interativa, um histórico sobre a luta das mulheres e o panorama atual, bem como estimulou os presentes a pensar novos objetivos a serem alcançados por esse público.




“A luta não deve ser só das mulheres, mas de todos, para se construir uma sociedade mais unida e igualitária”, diz prefeito

A programação incluiu ainda apresentação esportiva de taekwondo pela atleta Karine Santana, com participação de meninas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do CRAS São Joaquim, além de exposição dos diversos trabalhos realizados no mês dedicado à mulher pelos parceiros, grupo de mulheres, usuários da política de assistência social, saúde e estudantes. “A intenção com esse evento foi buscar uma reflexão do lugar em que nós mulheres estamos ocupando e onde queremos chegar. Nossa luta não é contra os homens, mas por equidade, justiça e respeito”, afirma a presidente do CMDM, Emiliane Antunes.

O objetivo do Seminário foi ampliar a celebração do Dia da Mulher (8 de março), demonstrando a atenção da Administração à causa. “Esse evento inédito na cidade buscou, além de comemorar o mês da mulher, valorizar e destacar a importância das mulheres em todos os segmentos. A luta à causa feminina não deve ser só das mulheres, mas de todos, para se construir uma sociedade mais unida e igualitária”, diz o prefeito Grego, que na ocasião foi representado pelo secretário de Governo, Reginaldo Roriz.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.