Servidores públicos de Muriaé poderão realizar o sonho da casa própria



O novo empreendimento da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG) em Muriaé será assinado pelo prefeito Grego na próxima terça-feira (27). O evento é aberto ao público e acontece no Teatro Zaccaria Marques, com início às 9h. O projeto habitacional é uma parceria da Prefeitura com o órgão estadual e consiste em 48 apartamentos, que serão destinados a servidores públicos municipais, bombeiros e policiais atuantes na cidade, a fim de realizar o sonho da moradia própria de várias famílias.

O residencial terá estacionamento próprio, área de lazer com quadra poliesportiva e será construído no loteamento Vila Real, próximo ao bairro São Francisco, a poucos minutos do Centro. Serão quatro prédios, cada um contendo 12 apartamentos – que, por sua vez, terão sala, cozinha, banheiro e dois quartos. “Esta é uma excelente oportunidade para que nossos colaboradores possam realizar o sonho da casa própria, morando em um bairro bem estruturado e de excelente localização. Mas não paramos por aí. Vamos buscar novas parcerias para construir um novo caminho de desenvolvimento para Muriaé”, afirma o prefeito Grego.




O evento terá a presença do presidente da Cohab-MG, Alessandro Marques, que deverá anunciar datas para inscrições no programa habitacional e para início das obras. Na ocasião, também serão apresentadas outras iniciativas desenvolvidas pela instituição, como o cartão “Cohab Card”, para facilitar o pagamento de reformas, e o lançamento da campanha de anistia de juros para pessoas com pagamentos pendentes junto ao órgão.

Fonte: PMM

Últimas notícias em vídeo



Um comentário para “Servidores públicos de Muriaé poderão realizar o sonho da casa própria”

  1. Lucia says:

    Nao é só servidores públicos, bombeiros e policiais que precisam de casa própria não, tem muita gente que não está nesse grupo escolhido que tem o sonho de ter a casa própria também. Como que fica? Só esse grupo que terá oportunidade?

Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.