Setor de Juventude de Muriaé transforma textos de menores infratores em vídeos

O Polo de Evolução de Medida Socioeducativas está recebendo ações culturais e palestras através do setor de Juventude da Prefeitura de Muriaé que criou o projeto ‘Repemse’ para desenvolver a atividade de ‘repensar’ para transformar.

O projeto tem como objetivo ressocializar e dar visibilidade cultural para o menor infrator, o incentivando a criar textos e poesias. Toda semana, coordenadores visitam os jovens para conversar e avaliar os escritos. A ideia é transformar os contextos em vídeoclipes.

O ‘Pemse’ é um órgão que atende jovens infratores com o intuito de garantir a ressocialização. Para a reintrodução dos mesmos a sociedade é necessário oferecer oficinas e atividades laborativas.

“Considerando que através de oportunidades podemos transformar, observamos que eles precisam ser restaurados para que alcancem o livre acesso à educação, esporte e cultura. Estas ferramentas são formas fortes de modificação de realidades para a juventude deste país”, disse o coordenador de Juventude, Evandro Silva, que conta com o auxílio do monitor musical, Matheus Felipe.

Um dos textos produzidos já se transformou na música “Liberdade para os irmãos” que fala sobre o arrependimento de um jovem infrator que fez a mãe sofrer durante a vida inteira. A canção será transformada em vídeo. A dinâmica é a seguinte: a coordenação da Prefeitura recolhe as poesias e monta um áudio com o auxílio do compositor, Tyago Alves. Depois, vinculam as imagens gravadas no bairro de origem de cada jovem e unem som e imagem, produzindo o vídeo.

Os vídeos do projeto ‘Repemse’ já estão no Instagram no endereço @fundartemuriae e youtube “Coletivo rua Muriaé”. Eles serão apresentados no final do ano em evento para familiares dos jovens no Teatro Belmira Vilas Boas, quando também haverá peça teatral e espetáculo de dança.

O complexo de ações junto ao “Pemse’ iniciou por meio da solicitação da assistente social do órgão, Lusiane Montezano, que trabalha interação e integração social para os frequentadores do projeto. E assim, aceitando o convite, o setor de Juventude da Fundarte passou a fazer reuniões no centro de ressocialização, organizando reflexões sobre vida, família e crescimento pessoal, semanalmente, com o objetivo de gerar assuntos para os textos e poesias dos integrantes do programa.

Fonte: PMM


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo