SITRAEMG vai a Muriaé e convoca servidores para luta contra a PEC 32/20

Nessa quinta-feira (9), o coordenador do Sitraemg (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal no Estado de Minas Gerais), Alexandre Magnus, aproveitando esse intervalo em que a PEC 32/2020, da Reforma Administrativa, encontra-se sob análise dos membros da Comissão Especial da Câmara dos Deputados, esteve na cidade de Muriaé para reforçar a convocação dos colegas para a luta contra a proposta do governo de desmonte dos serviços públicos e dos direitos dos servidores.

Nas unidades da Justiça Eleitoral, ele foi recebido pelos servidores Max, chefe de cartório, Poliana, Renan e Paulo; e no TRT, por Helida e Sara. Na Justiça Federal, encontrou somente servidores de fora do quadro, já que os efetivos estão em trabalho remoto.

Em todos os locais visitados, Magnus deu os últimos informes sobre a tramitação da reforma, destacando alguns pontos do texto do substitutivo apresentado pelo relator, deputado Arthur Maia (DEM/BA), na semana passada, e informando sobre a forte campanha que está sendo feita pelo Sitraemg contra a reforma, em mensagens veiculadas em emissoras de TV e rádio, outdoors, painéis digitais e ônibus (backbus), em todo o estado, e ainda pelas próprias mídias sociais. Além disso, ressaltou a importância de todos se unirem ao sindicato no necessário trabalho de pressão sobre os integrantes da Comissão Especial e todos os deputados e senadores da bancada mineira no Congresso Nacional, pela rejeição da PEC.

Alexandre Magnus também falou sobre os benefícios que são oferecidos pelo sindicato aos filiados, como assessoria jurídica, assistência em situações de adoecimento e assédio moral nos locais de trabalho, além de acesso a produtos e serviços a preços vantajosos e condições especiais de pagamento, através de centenas de convênios. Dito isso, convidou todos os ainda não filiados a se filiarem, para o fortalecimento da entidade e das lutas da categoria.

Ao final do bate-papo com os colegas, posou para foto com cada um deles segurando cartaz com os dizeres “A PEC 32 – Reforma Administrativa – destroi os serviços públicos”.

Fonte: Sitraemg


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo