Home / Notícias / Educação / IF Muriaé também sofre com corte de orçamento do MEC

IF Muriaé também sofre com corte de orçamento do MEC

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) divulgou uma nota sobre o corte das verbas destinadas às universidades e institutos federais pelo Ministério da Educação (MEC).

Assim como nas demais unidades da rede, o Câmpus Muriaé já adotou todos os redimensionamentos e adequações factíveis no que se refere a serviços essenciais como energia elétrica, água, internet, alimentação, limpeza, manutenção, vigilância e outros.

O reitor do IF Sudeste MG, Charles Okama de Souza, acredita na compreensão do Poder Executivo e defende a reversão do bloqueio de modo a evitar a possibilidade de judicialização.




Confira abaixo a nota na íntegra:

O Reitor, os Pró-reitores e os Diretores-Gerais do IF Sudeste MG informam à comunidade que a instituição teve, no dia 30 de abril, parte do seu orçamento bloqueado pelo Ministério da Educação – MEC, em um total de 30% referente ao que foi consignado na Lei Orçamentária Anual – LOA de 2019. Porém, como o bloqueio não foi linear, o valor referente ao custeio e funcionamento da instituição teve um corte de 36,6%.

Os dirigentes da Reitoria e dos Campi estarão reunidos esta semana para realizar estudos e discutir possíveis ações, estratégias e cenários para que, caso a situação persista durante os próximos meses, possam agir para atenuar o impacto deste bloqueio no orçamento das unidades, com vistas a garantir o pleno funcionamento da reitoria e dos campi, indistintamente, uma vez que tal bloqueio afetará a oferta de serviços de qualidade à sociedade nos eixos do ensino, da pesquisa e da extensão.




Importante ressaltar que o IF Sudeste MG vem, ao longo dos últimos anos, por meio dos seus dirigentes, realizando diversas ações e definindo estratégias, visando a melhor alocação dos recursos que são consignados para o instituto na LOA, apesar dos contingenciamentos ocorridos ao longo deste período.

A partir desta segunda-feira, 06 de maio, em Brasília, o Reitor, Coordenador da Câmara de Administração, atuará juntamente com o Conselho dos Institutos Federais – CONIF, no sentido de sensibilizar o MEC, especialmente os dirigentes da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – SETEC, em relação aos cortes nas instituições que fazem parte da Rede Federal. Além disso, a diretoria do CONIF já tem agendada uma reunião com o Ministro da Educação para o dia 10/05 no intuito de buscar mais informações e reivindicar a reversão do quadro atual de contingenciamento, entre outras pautas.




Fonte: IF Sudeste MG

Confira também

Prefeitura de Muriaé instala parques infantis em escolas municipais

A Prefeitura de Muriaé instalou parques infantis em três escolas da rede municipal de ensino. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *