Primeira etapa do Minas Território da Cultura tem início em Muriaé

Minas Território da Cultura

A cidade de Muriaé, na Zona da Mata do Estado, foi palco do lançamento do Programa Minas Território da Cultura, iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, que irá abranger as 10 macrorregiões mineiras. A cerimônia oficial de abertura ocorreu no Teatro Zaccaria Marques, nesta quinta-feira (7) e contou com a presença da Secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, além de prefeitos, secretários municipais de Cultura, artistas, produtores culturais, gestores públicos e representantes da sociedade civil.

Para a Secretaria Eliane Parrerias, o lançamento do programa simboliza um novo marco da política cultural que vem sendo implementada pelo Governo de Minas. “Temos muito orgulho de lançar, neste momento, o Programa Minas Território da Cultura porque ele representa a concretização de um esforço que vem sendo realizado, nos últimos anos, por uma maior capilaridade das ações do Estado na área cultural, tendo como base a parceria saudável entre Poder Público estadual, prefeituras, artistas, produtores culturais, iniciativa privada e demais representantes das cidades do interior”, destacou.

Além de celebrar o início das ações do programa, a Secretaria enfatizou o potencial cultural da região. “Na Zona da Mata, temos vários exemplos disso, como o pólo audiovisual formado por Muriaé, Cataguases, Itamarati de Minas, Ubá, Leopoldina e Miraí. São municípios que encontraram sua vocação para o setor cultural, em especial na produção de cinema e vídeo, e que decidiram investir nessa vocação, por meio do recém-firmado Consórcio Intermunicipal de Cultura”, apontou.

Sobre o Minas Território da Cultura

O Minas Território da Cultura é um programa articulado de descentralização da ação cultural que ocorrerá ao longo de 2013 e 2014. Entre os objetivos do programa estão: promover o desenvolvimento regional por meio da cultura; valorizar e divulgar a diversidade cultural de cada uma das regiões de Minas; conferir visibilidade e aumentar a demanda pelas ações e programas da SEC e de seus parceiros; incentivar parcerias públicas privadas; promover a circulação de bens culturais e a capacitação e aperfeiçoamento dos agentes culturais visando à sustentabilidade social e cultural. Integram essa parceria diversas Secretarias do Governo de Minas, as Prefeituras Municipais, entidades como SESI, SESC, e SEBRAE, Associações Comerciais, Grupos Teatrais e Instituições e Festivais Culturais locais.

Fonte: Minas Território da Cultura


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo