Home / Notícias / Esportes / NAC inicia caminhada rumo à elite do futebol mineiro

NAC inicia caminhada rumo à elite do futebol mineiro

O Nacional de Muriaé iniciou nesta quarta-feira (22) a caminhada rumo ao acesso à elite do futebol mineiro. Na estreia no Módulo II do Mineiro, o primeiro desafio será contra o Guarani, às 19h, no Estádio Waldemar Teixeira de Faria (“Farião”), em Divinópolis.

Se no ano passado o acesso escapou por um ponto, este ano o NAC vem com mais experiência para o torneio. Assim como fez no último campeonato, a diretoria do clube buscou montar a equipe com bastante antecedência. O plantel conta com jogadores com grande experiência na competição, como o goleiro Paulo Vitor, o lateral Bicudo, o meia João Willian e o atacante Marcelo Régis.

O técnico do time é Gilmar Estevam, que no ano passado ajudou o América de Teófilo Otoni a conquistar o acesso ao Módulo I. Também fora das quatro linhas, a diretoria contratou Carlos Calmon como gerente de futebol. Ex-jogador, Calmon atuava na mesma função no Uberaba, clube que ajudou a conquistar o acesso ao Módulo II.




Na fase de grupos, o Nacional ainda terá pela frente, além do Guarani, as equipes do Betinense, Social e Tupynambás. Betinense e Tupynambás conquistaram o acesso ao Módulo II em 2016. A equipe do Formiga, que também fazia parte do grupo A, acabou desistindo da competição, sendo que em todas as partidas contra o clube será declarado vitória do adversário por W.O., o que garante o placar de 3 a 0.

Pelo grupo A, apenas Social e Tupynambás já entraram em campo. Em partida disputada em Juiz de Fora, no domingo (19), o Social venceu o Tupynambás por 2 a 0. Juntamente com o Guarani que foi rebaixado no Módulo II no último ano, a equipe de Coronel Fabriciano deve ser um dos adversários mais difíceis que o time nacionalino terá pela frente na fase de grupos.

No Módulo II do ano passado, NAC e Social também estavam no mesmo grupo. No primeiro confronto, empate em 1 a 1 em Coronel Fabriciano. Já no segundo turno, o Nacional venceu por 1 a 0. Os dois times tiveram campanhas bastante parecidas. O time nacionalino conquistou 17 pontos e avançou ao hexagonal final, já o Social terminou com 14 pontos e ficou de fora por causa do saldo de gols, perdendo a vaga para o América de Teófilo Otoni.




Das cinco equipes que estão no grupo A, as três que mais pontuarem se classificam para o hexagonal final.

Fonte: Guia Muriaé




Confira também

Lateral-direito Jairo é mais um jogador que retorna ao NAC em 2020

Mais um jogador que se destacou com a camisa do Nacional de Muriaé no Módulo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *