Nos pênaltis, Tombense vence o Brasil de Pelotas e garante título da Série D do Brasileirão

O Tombense levou a melhor sobre o Brasil de Pelotas (RS) nos pênaltis e garantiu o título da Série D do Campeonato Brasileiro. Depois de dois empates sem gols nos jogos da final, as equipes decidiram o título nos pênaltis. Melhor para o time de Tombos, que venceu por 4 a 2 e garantiu a taça.

Pelo segundo jogo da final da competição, os times se enfrentaram no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, na tarde deste domingo (16), cheios de desfalques. O Tombense não pode contar com o lateral-direito Juninho, o zagueiro Wellington e os volantes Denilson e Mateus, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Já o Brasil de Pelotas tinha nove atletas suspensos (Brock, Nunes, Jenner Zottele, Cirilo, Gustavo Martins, Ederson e Marcio Jonathan punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Rafael Forster e Washington suspensos). O técnico Rogério Zimmermann conseguiu um efeito suspensivo pode comandar a equipe.

O jogo terminou sem gols, assim como na primeira partida, a decisão foi para os pênaltis. O Tombense marcou com Francismar, Joilson, Mazinho e Elvis, enquanto Coutinho chutou para fora. Nena e Fernando Cardoso converteram para o Brasil, mas Chicão perdeu e Léo Dias foi parado na defesa de Darley, que garantiu o título para o Tombense.

Além do campeão, Brasil de Pelotas, Londrina (PR) e Confiança (SE) garantiram o acesso para disputar a Série C do Campeonato Brasileiro de 2015.

Ficha técnica – Tombense 0 x 0 Brasil de Pelotas

Árbitro – Paulo H Godoy Bezerra; Assistentes – Eduardo de Souza Couto e Gabriel Conti Viana

Público – 3586

Tombense – Darley; Douglas (Lucas Silva), Heitor, Xandão (Edmário) e Mazinho; Betinho, Coutinho, Joilson e Francismar; Élvis e Daniel Amorim. Técnico: Eugênio Souza

Brasil de Pelotas – Eduardo Martini; Wender, Ricardo Bierhals, Fernando Cardozo e Ricardo Schneider (Bil); Leandro Leite, Chicão, Márcio Hahn (Léo Dias) e Felipe Garcia (Raulen); Alex Amado e Nena. Técnico: Rogério Zimmermann

Cartões Amarelos – Tombense: Daniel Amorim, Mazinho; Brasil: Ricardo Schneider, Felipe Garcia, Raulen

Cartões Vermelhos – Tombense: Betinho; Brasil: Alex Amado

Fonte: Guia Muriaé, com informações da CBF


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre