Home / Notícias / Governo / Câmara de Muriaé abre mão de quase R$ 500 mil e ganha imóvel da Prefeitura

Câmara de Muriaé abre mão de quase R$ 500 mil e ganha imóvel da Prefeitura

Os vereadores aprovaram em reunião extraordinária, realizada na tarde desta sexta-feira (18), o projeto de Lei do Poder Executivo que autoriza a Prefeitura Municipal a remanejar créditos consignados no Orçamento para Exercício Financeiro de 2016. O projeto se refere ao montante de R$ 487.869,90 que estavam previstos para a Câmara nesta legislatura e que esta Casa não utilizará, abrindo mão deste crédito para serem investidos pelo Executivo na Educação e demais áreas. Apenas o vereador Joel Abreu foi contrário ao projeto.

A presidente da Câmara, vereadora Helena Carvalho, explicou aos presentes que além de abrir mão deste crédito para que possa ser revertido ao município, a Câmara neste ano de 2016 já tinha devolvido R$ 255 mil a Prefeitura de Muriaé e ainda pretende realizar até o final do ano outra devolução. Esta economia de gastos que vem sendo implantada nesta gestão, segundo a presidente, faz parte da política de austeridade com o dinheiro público a fim de priorizar o atendimento direto das necessidades mais urgentes da população neste momento de grave crise econômica vivenciado pelo país.




Outro projeto aprovado, também de autoria do Executivo, diz respeito a doação de um imóvel à Câmara de Muriaé (localizado na Rua Coronel Domiciano, nº 26, Centro), instalado ao lado do prédio Legislativo com o objetivo de adequar as instalações deste, a fim de receber os vereadores eleitos para a 34ª legislatura (2017-2020). Essa iniciativa visa permitir o crescimento físico da Câmara que terá uma ampliação de número de gabinetes, já que seis novos vereadores serão empossados em 1º de janeiro de 2017, além dos 11 habituais. Atualmente fechado, o imóvel já foi utilizado pela Emater-MG e pela Junta Militar.

Fonte: CMM




Confira também

Projeto declara de utilidade pública a Associação Muriaé dos Autistas

O vereador Professor Julio Simbra (DEM) enviou à Câmara Municipal um projeto que declara de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *