Home / Notícias / Governo / Policiais civis em greve acampam na Assembleia de Minas Gerais

Policiais civis em greve acampam na Assembleia de Minas Gerais

Policiais Civis reivindicam melhorias

Policiais Civis ocuparam a Assembleia de Minas Gerais reivindicando melhorias. Durante todo o dia de quarta-feira (7), o acampamento dos Policiais teve uma movimentação considerável de lideranças, imprensa e servidores públicos de diversos seguimentos. Dezenas de Policiais se revezaram durante todo o dia fizeram um verdadeiro corpo a corpo com os deputados, inclusive com membros da mesa Diretora e em especial com o Presidente Dinis Pinheiro.




O Presidente do SINDPOL/MG Denílson Martins cobrou do Presidente do Legislativo Mineiro uma solução rápida para este impasse sob pena de danos irreversíveis a segurança pública do Estado, mormente no ano que vem onde teremos Copa do Mundo e eleições.

Denílson Martins lembrou aos deputados que a formação de um Policial na academia leva mais de 6 meses, sem falar a organização de um concurso público. O Sindicalista ainda cobrou do Presidente Dinis Pinheiro o início da tramitação do projeto de Lei Orgânica, que já se encontra há quase dois anos parado na Casa e ainda o cumprimento da promessa do concurso de Investigador com pelo menos de 1.600 cargos conforme havia sido anunciado na última reunião do dia 7 de junho na Casa Legislativa entre o movimento sindical da PCMG, os Deputados das comissões temáticas, o Secretário Rômulo Ferraz e o Chefe da Polícia Cylton Brandão. Pois, da parte das Entidades de Classe todo o consenso prometido foi buscado e cumprido.

O Presidente da Casa se comprometeu em buscar essas informações e soluções, ainda hoje junto ao Governador Anastasia, Secretário de Defesa Social e os demais pares da Casa Legislativa ficando de dar a resposta aos Dirigentes Sindicais nas próximas horas ou dias e deixou bem claro que reconhece as dificuldades que vem atravessando a Polícia Civil e vai fazer de tudo para que votação deste texto seja concluída e este impasse seja finalmente resolvido, uma vez que é profundo conhecedor da necessidade de investimentos na Instituição.




Fonte: SINDPOL-MG




Confira também

Câmara de Muriaé aprova o fim da verba de gabinete e o reajuste de 4,48% aos servidores municipais

Em sessão extraordinária, realizada na manhã desta terça-feira, dia 21 de janeiro, a Câmara de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *