Operação é deflagrada para combater a clonagem de veículos na região

A Polícia Civil de Minas Gerais realizou uma operação para combater a clonagem de veículos, no município de Juiz de Fora. Durante as diligências, que se iniciaram na noite de segunda-feira (18) e finalizaram nesta terça-feira (19), dois homens, 30 e 32 anos, foram presos e dois veículos foram apreendidos. Os carros apresentavam semelhantes sinais de adulteração.

De acordo com informações do Delegado Carlos Eduardo Santos Rodrigues, a primeira ação ocorreu no início da noite de ontem, no centro da cidade, e resultou na prisão do suspeito mais novo, abordado no estacionamento de um supermercado, com um dos veículos.

Posteriormente, durante as diligências, o segundo carro foi apreendido na residência do outro investigado, localizada no bairro São Geraldo. Além disso, outras diligências foram realizadas pela equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, na madrugada e nesta terça-feira.

A Autoridade policial ressalta que a prática tem sido cada vez mais comum na cidade e o alvo principal dos criminosos seriam veículos de maior valor, logo, são necessários alguns cuidados na compra dos automóveis.

“Veículos com preço muito inferior ao praticado no mercado e transações em que o vendedor se nega a fornecer o recibo do veículo devem gerar suspeita por parte do comprador. Em muitos desses casos, o veículo poderá ser um clone ou até mesmo ser comercializado como um “Finan”, modalidade em que a pessoa vende o veículo com dívida de financiamento e a propriedade formal – o registro do automóvel- não pode ser transferida ao comprador”, informa.

O Delegado destaca, ainda, a importância da colaboração da população.

“Existindo casos em que veículos estão sendo negociados por preços muito inferiores aos praticados no mercado – com observações de que não é possível a entrega do recibo no ato da compra -, a população deve denunciar por meio do número 181 (Disque Denúncia Unificado) ou diretamente na Polícia Civil”, finaliza.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo