Resumo da novela Tempo de Amar – 26/02 a 03/03



Confira o resumo dos próximos capítulos da novela Tempo de Amar (de 26 de fevereiro a 03 de março), exibida pela Globo, e fique por dentro dos principais acontecimentos desta semana.

Capítulo 130 – Segunda-feira, 26/02/2018

Inácio ajuda Vicente e Maria Vitória o agradece. José Augusto repreende Salvador, que, ameaçado por Delfina, não revela a verdade ao patrão. José Augusto pede que Maria Vitória cuide de seu casamento. Conselheiro beija Eva. Lucerne conta a Gilberte sobre a perda de Cecília, sua filha. Carrapeta e outros funcionários cobram uma posição de Pepito contra Alzira. Com a intervenção de Teodoro, Eleutério é solto da prisão. Palamedes recebe Olímpia em sua casa para uma entrevista de emprego. José Augusto confronta Delfina.




Capítulo 131 – Terça-feira, 27/02/2018

Palamedes assedia Olímpia, que consegue se livrar do empresário. Natália pensa em uma forma de ganhar dinheiro para casar-se com Tomaso. Giuseppe vê Conselheiro e Eva juntos. Reinaldo e Eunice decidem se casar. Geraldo recebe alta do hospital e declara seu amor por Nicota. Lucinda e Fernão fingem não se conhecer na frente de Emília. Celeste, Olímpia e Eunice se manifestam publicamente contra a revista de Palamedes. Alzira vende geleias, orientada por Pepito, e Celina e Bernardo se surpreendem. José Augusto comprova que Delfina o roubou. Delfina pede demissão da Quinta da Carrasqueira.

Capítulo 132 – Quarta-feira, 28/02/2018

José Augusto não permite que Delfina leve Tereza, mas a governanta o confronta. Tereza sofre ao ter que deixar a Quinta, e José Augusto consola a filha. Eva questiona Teodoro sobre o fim do noivado dos dois. Celeste percebe que Conselheiro está agindo de modo diferente. Olímpia reúne mulheres no Grêmio Cultural para falar sobre a agressão que sofreu de Palamedes. Lucerne pede segredo a Gilberte sobre Cecília. Alzira sofre vendendo as geleias com Pepito. Geraldo se hospeda na pensão de Nicota. Justino se orgulha do progresso nos estudos de Tiana. Inácio decide voltar para o Brasil.

Capítulo 133 – Quinta-feira, 01/03/2018

Angélica conta a Inácio, Henriqueta e Izabel que Delfina comprou suas próprias terras. Tereza revela tudo o que Delfina fez contra Mariana. Maria Vitória, Inácio e Vicente confrontam Delfina. Marieta, esposa de Palamedes, acusa Olímpia de ter se insinuado para o marido. Gregório e Leonor desconfiam dos planos de Lucinda, que se desfaz de seus pertences. Carolina aconselha Emília a aceitar a aproximação de Fernão. Celeste flagra Conselheiro com Eva, e Eunice conforta a amiga. Vicente impede que Vasco atire contra Inácio, e o bandido foge.

Capítulo 134 – Sexta-feira, 02/03/2018

Delfina repreende Vasco por não ter atirado contra Inácio. Fernão se declara para Emília e Lucinda comemora. Eva pergunta por Lucerne para Teodoro, que finge não conhecer a dona do cabaré. Teodoro descobre que Lucerne tem uma filha. Carolina é informada sobre a morte de Emídio. Artur pede Celina em casamento. Balbina envia uma carta anônima para o Grêmio Cultural sobre sua relação com Bernardo, e Celina reconhece sua letra. Lucerne permite que Felícia vá viver com Teodoro, em troca de informações sobre sua filha. Tereza revela a José Augusto os crimes de Delfina. Inácio anuncia sua partida para o Brasil.

Capítulo 135 – Sábado, 03/03/2018

Inácio se emociona ao se despedir de Mariana e Maria Vitória. Conselheiro fala com Eva sobre Celeste Hermínia e afirma que deseja refazer sua vida. Celina discute com Alzira por conta de seu casamento com Artur. Teodoro explica a Felícia o tipo de relação que pretende ter com a moça. Natália e Helena alertam Felícia sobre Teodoro. Lucinda conversa com Bernardo sobre a venda do imóvel de São Vital, e Gregório e Leonor ouvem. Contra a vontade de Celina e Balbina, Pepito e os funcionários expulsam Alzira da sociedade. Tereza pede que Inácio encontre Fernão no Brasil. Eva procura Lucerne no cabaré.

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.