Resumo da novela Triunfo do Amor – 26/04 a 30/04

Confira o resumo dos próximos capítulos da novela Triunfo do Amor (de 26 de abril a 30 de abril), exibida pelo SBT, e fique por dentro dos principais acontecimentos desta semana.

Segunda-Feira, 26 de Abril

Capítulo 99: Vitória dá uma bofetada em Leandra. Osvaldo furioso expulsa a ex-mulher de sua casa e ela diz que vai se vingar fazendo Maximiliano sofrer.

Osvaldo tenta se reconciliar com Vitória, mas ela diz que há erros que não podem ser perdoados. Fausto aconselha Max e Maria a terem muito cuidado, pois foi Padilha quem disparou contra Max no casamento de sua irmã e conta que teve que atacá-lo para que não disparasse contra Fernanda.

Padre João Paulo tenta convencer sua mãe a se arrepender de seus pecados antes que seja tarde. Bernarda, fora de si, diz que não tem nada do que se arrepender e deixa claro que não deve voltar a insistir para que conte a Vitória que Maria Desamparada é sua filha.

Desolado, João Paulo diz ao padre Jerônimo que se sente culpado por não poder convencer sua mãe a se arrepender de todo mal que tem causado. Oscar pede Antonieta em casamento e entrega a ela um anel de compromisso.

Padilha telefona para Vitória e diz que em troca de muito dinheiro lhe dirá quem é sua filha e conta que Bernarda lhe disse quando estava sedada, por isso não consegue se lembrar. Ele marca o encontro em uma em um lugar ermo.

Osvaldo ao vê-la sair tarde da noite e muito apressada, decide segui-la. Dona Bernarda ordena a Fausto que expulse Maria Desamparada da Vila onde vive.

Fausto a enfrenta, diz que não fará nada contra Maria e ameaça denunciá-la pelos assassinatos de Tomásia, Rosália e Gonçalo. Padilha tenta violentar Vitória em troca de lhe dizer quem é sua filha.

Fausto diz a Bernarda que o filho bastardo de Gonçalo é João Paulo. Bernarda, furiosa, lhe dá uma bofetada.

Rodolfo Padilha diz que a Vitória que lhe dirá o nome de sua filha, mas só depois que aceitar ficar com ele. Como ela resiste, Padilha lhe dá uma bofetada e Vitória cai inconsciente.

Padilha está desabotoando a roupa dela quando Osvaldo chega e, furioso, o agride. Fausto diz a dona Bernarda que chegou na sua casa com sede de vingança mas confessou tudo para o padre João Paulo.

Assustada, Bernarda pergunta o que exatamente disse a seu filho e ele responde: “tudo”.

Terça-Feira, 27 de Abril

Capítulo 100: Helena propõe a Guilherme que entre na justiça para reivindicar a guarda do pequeno Osvaldo, somente para chantagear a família Sandoval e tirar deles muito dinheiro. Guilherme aceita.

Heriberto dá conta que se sente atraído por Vitória, mas sabe que é uma mulher proibida. Maximiliano diz a Vitória que não gostaria que ela sofresse, mas o investigador que contratou para procurar sua filha disse que é muito provável que ela tenha morrido em um incêndio.

Vitória fica em choque. Vitória, desolada, diz a Antonieta que seu coração de mãe sente que sua filha não está morta.

Max e Maria Desamparada procuram o Dr. Heriberto para contar que pretendem terminar o compromisso, para que Maria se case com Alonso, sendo feliz em seus últimos dias de vida.

Heriberto diz ao casal que admira a atitude deles. Bernarda se surpreende quando policiais chegam à sua casa e dizem que estão investigando a morte do “Escorpião”; e o desaparecimento de Tomásia.

Dona Bernarda ordena a Eva que faça uma denúncia anônima e acuse Rodolfo Padilha de ser o assassino do “Escorpião”; Maria Desamparada diz a Alonso que aceita fazer o comercial e faz com que ele acredite que ela e Max não estão mais juntos. Bernarda ordena a Padilha que retire os restos mortais do “Escorpião” de onde estão e leve para longe.

Depois ordena a Eva que ligue para polícia e informe onde podem encontrar Rodolfo Padilha. Osvaldo procura Leandra, lá encontra Guilherme.

Vitória abre seu coração com Heriberto e fala sobre a filha que tem procurado por tantos anos e que pode estar morta. O médico se solidariza e diz a Vitória que a tragédia dela o faz lembrar da sua.

Quarta-Feira, 28 de Abril

Capítulo 101: Maria Desamparada diz a Alonso que adorou fazer o comercial e principalmente trabalhar com ele. A assistente de Alonso diz a ele que percebeu Maria muito carinhosa com ele.

Nati está muito feliz por que chegou o dia de seu casamento, mas não consegue esquecer a decisão que tomaram Maria e Max. Helena chega na casa da família Sandoval acompanhada de uma Assistente Social e um policial para levar o pequeno Osvaldo.

Diante da reação da empregada da casa, a Assistente Social diz que há uma denúncia contra Maximiliano por ter registrado o bebê como seu filho quando na realidade ele não é o pai. Maximiliano finge um desentendimento com Maria e, diante de Alonso, rompe o compromisso que tem com ela.

Osvaldo se comove ao saber da decisão de Max e Maria para que Alonso possa ser feliz em seus últimos dias de vida. João Paulo tenta se reaproximar da filha, mas ela continua magoada por ele não ter assumido que é seu pai diante da família Sandoval.

Vitória fica furiosa ao v Maria com Alonso. Ao ver na casa de Maria o crucifixo que anos atrás deu a João Paulo, Vitória pergunta quem lhe deu e ela responde que foi seu pai.

Vitória fica impactada. Vitória entra em choque e não aceita que Maria Desamparada seja sua filha.

Maria não consegue entender porque Vitória reagiu dessa maneira. Alonso comenta com Maria que dona Vitória saiu chorando e muito alterada.

Rodolfo Padilha é ferido por um policial depois de ser abordado e acusa de matar o “Escorpião”. Agonizando ele diz aos policiais que foi dona Bernarda quem o matou.

Na sequência ele morre. Maria Desamparada diz a Alonso que decidiu lhe dar uma oportunidade e quer ser feliz a seu lado.

Maria se recusa a acreditar que seja filha de Vitória e mesmo se negando a ouvir o que Vitória tem a dizer, ela conta o que aconteceu quando dona Bernarda descobriu que esperava um filho de João Paulo. Depois de contar como tudo aconteceu, Vitória acusa Bernarda de ser a responsável de todas as suas desgraças.

João Paulo conta a o padre Jerônimo que Vitória já sabe que Maria Desamparada é sua filha. Mesmo depois de ouvir como tudo aconteceu, Maria está convencida que sua mãe a abandonou.

Vitória, chorando. jura que não a abandonou e que passou a vida procurando por ela.

Quinta-Feira, 29 de Abril

Capítulo 102: Max entrega ao advogado todos os documentos que comprovam que ele é o pai do pequeno Osvaldo. Helena, furiosa, diz que ele não é o pai de seu filho.

Maria deixa claro para Alonso que ainda ama Max, mas fará de tudo para ser feliz com ele. A polícia diz a dona Bernarda que Rodolfo Padilha foi baleado por resistir à prisão e que antes de morrer a acusou de ser a assassina do “Escorpião”.

Sem perder a calma, Bernarda diz que é uma mulher respeitável e mãe de um sacerdote. Vitória, aos prantos pergunta a João Paulo se Maria Desamparada é sua filha e ele confirma.

Maria se recusa a acreditar que seja filha de Vitória e mesmo se negando a ouvir o que Vitória tem a dizer, ela conta o que aconteceu quando dona Bernarda descobriu que esperava um filho de João Paulo. Vitória acusa Bernarda de ser a responsável de todas as suas desgraças.

João Paulo conta ao padre Jerônimo que Vitória já sabe que Maria Desamparada é sua filha. Mesmo depois de ouvir como tudo aconteceu, Maria está convencida que sua mãe a abandonou.

Vitória, chora e jura que não a abandonou, e que passou a vida procurando por ela. João Paulo conta à mãe que Vitória já sabe que Maria é sua filha.

Furiosa ela dá uma bofetada no filho. Maria lembra Vitória de todo mal que lhe fez desde que a conheceu, diz que não a perdoa e pede que faça de conta que sua filha está morta.

Sexta-Feira, 30 de Abril

Capítulo 103: Maria Desamparada, chorando, conta a Max que Vitória Sandoval é sua mãe. Max diz que ela deveria estar feliz por ter encontrado sua mãe, mas Maria está muito ressentida e não consegue esquecer que Vitória foi muito cruel com ela e também é a responsável por não estar casada com o grande amor de sua vida.

Vitória, mito abalada, conta a Osvaldo que encontrou sua filha e que Maria a desprezou. Maria Desamparada diz ao pai que já sabe que Vitória é sua mãe e a descoberta a deixou muito mal, pois é a mulher que mais mal lhe causou na vida e nunca poderá perdoá-la.

Alonso diz a Maria que não deve guardar tanto ressentimento, devendo perdoar e aceitar sua mãe. Bernarda diz a Vitória que Maria não é sua filha e afirma que mentiu.

Vitória não acredita nela e diz que não voltará a separá-la de sua filha. Bernarda revela que foi ela quem a atropelou, pois queria ver as duas mortas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo