Home / Notícias / Policiais / Alerta: criminosos se passam por funcionários da Justiça Eleitoral

Alerta: criminosos se passam por funcionários da Justiça Eleitoral

Neste período pré-eleitoral, com final de prazo para alistamento e regularização, chegou ao conhecimento do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) que pessoas estão visitando eleitores (principalmente idosos), dizendo-se representantes da Justiça Eleitoral, buscando a coleta de dados pessoais.

Alegam, para esse fim, assuntos diversos, como o recadastramento biométrico, coleta de dados para “censo”, atualização de cadastro e risco de cancelamento de título de eleitor. Pelo menos dois casos já foram confirmados no Estado: um Belo Horizonte e outro em Uberaba.




O TRE-MG informa que é o próprio eleitor quem deve atualizar seus dados cadastrais ou regularizar sua situação eleitoral dirigindo-se a um cartório eleitoral. No caso de dúvida, o eleitor deve ligar para o seu cartório eleitoral e verificar se está sendo feita alguma diligência ou não por parte da Justiça Eleitoral.

Para saber o telefone dos cartórios, o eleitor pode consultar o Disque-eleitor, telefone 148 ou o site do TRE.

E-mails falsos

Importante alertar também que, nesse período, costumam aparecer e-mails falsos em nome da Justiça Eleitoral. Com assuntos diversos, como cancelamento de título de eleitor, convocação de mesários e regularização de cadastro, entre outros, as mensagens possuem links que, ao serem acessados, podem conter vírus de computador ou qualquer outro software malicioso.

A Justiça Eleitoral informa que não envia e-mails a eleitores. Portanto, mensagens dessa natureza, geralmente em nome do TSE, devem ser apagadas.

Fonte: TRE-MG

Confira também

Prefeitura de Muriaé realiza limpeza do Cemitério Municipal para Dia de Finados

Há duas semanas, à Prefeitura de Muriaé está realizando a limpeza do Cemitério Municipal para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *