Home / Notícias / Policiais / Em ação rápida, PM prende suspeitos de homicídio no bairro Aeroporto

Em ação rápida, PM prende suspeitos de homicídio no bairro Aeroporto

Dois jovens foram presos, no final da tarde desta quinta-feira (26), suspeitos de um homicídio no bairro Aeroporto, em Muriaé.

Por volta das 14h, a Polícia Militar recebeu denúncias via 190 sobre vários disparos de arma de fogo na Vila Cavalier. De imediato, militares procederam ao local e depararam com a vítima, Rogério Marques Roque, de 37 anos, já sem vida. A Perícia Técnica foi acionada, compareceu ao local e realizou os trabalhos de praxe. Foi recolhido, próximo ao corpo da vítima, certa quantidade de entorpecente, onze estojos de munição calibre 380, seis projéteis de arma de fogo e fragmentos de munição jaquetada (normalmente utilizada em pistolas para aumentar confiabilidade da ciclagem). Com a vítima, foi encontrada a quantia de R$ 125,00.

Durante o atendimento da ocorrência, a PM recebeu informações de que dois indivíduos desconhecidos haviam dado entrada no hospital da cidade de Miradouro, sendo um jovem de 18 anos e outro de 23 anos. Eles informaram que eram da cidade de Muriaé e seriam moradores da Vila Cavalier. Um deles apresentava ferimento na perna direita, na altura do joelho, e alegou ter sido atingido por disparo de arma de fogo. Segundo informações do atendente do hospital, eles foram deixados no local por um indivíduo desconhecido, que chegou até ao hospital conduzindo um Volkswagen Gol, modelo antigo, e evadiu logo após deixá-los no local.




Diante da suspeita do envolvimento dos jovens no homicídio consumado, a PM procedeu ao local e abordou os suspeitos, que inicialmente negaram o envolvimento no fato. Um deles relatou que eles estavam passando pela Avenida Dante Bruno, no bairro Dornelas, momento em que dois indivíduos passaram em uma motocicleta e o carona, de posse de uma arma de fogo, efetuou vários disparos contra eles. O outro suspeito afirmou que havia sido baleado quando passava pela rodovia, não sabendo apontar o local exato. Os policiais suspeitaram das alegações e, após novo dialogo com os suspeitos, eles confirmaram que realmente estavam envolvidos no homicídio.

A motivação para o crime seria uma dívida de R$ 10,00, referente a um entorpecente que a vítima havia comprado. Segundo um dos envolvidos, a vítima vinha lhe ameaçando, por isso adquiriu a arma de fogo para se defender. Nesta data, de acordo com o mesmo, a vítima novamente lhe ameaçou e o cercou em via pública, vindo a sacar uma arma de fogo e atirar em sua direção, momento em que ele também sacou uma arma de fogo e efetuou disparos contra a vítima.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito aos autores, que foram conduzidos à Delegacia de Polícia para demais providências.




Durante o registro da ocorrência, a PM recebeu denúncia anônima apontando que uma das armas envolvidas no homicídio estava escondida nas imediações de uma quadra poliesportiva, próxima a Escola Municipal de Educação Infantil Professora Zélia Barros Carneiro (Proinfância), perto do local onde o homicídio foi consumado. Após buscas, foi encontrada, envolta em uma sacola, escondida em meio a vegetação, uma pistola calibre 380 e um carregador sem munições.

Questionados, os autores afirmaram que a pistola seria da vítima e que estavam de posse de um revólver calibre 32, que logo após o fato foi jogado no Rio Muriaé.




Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Polícia Civil prende jovem suspeito de roubos em Muriaé

Um jovem de 19 anos foi preso, nesta sexta-feira (13), suspeito de envolvimento em roubos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *