Jovens são acusados de homicídio triplamente qualificado mediante emboscada em Muriaé

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu a investigação sobre a morte de Bruno Gustavo de Freitas Roque, de 30 anos, crime ocorrido no dia 11 de janeiro, no Bairro Planalto, em Muriaé.

Segundo informações da PCMG, dois jovens, de 21 e 22 anos, foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, por resultar em perigo comum para terceiros e mediante emboscada.

De acordo com informações do delegado Tayrony Espíndola, os investigados – que já se encontram presos – teriam cometido o crime impossibilitando a defesa da vítima e os disparos de arma de fogo teriam sido efetuados em local público, expondo a perigo a integridade física de terceiros.

A motivação do homicídio estaria ligada ao tráfico, pois a vítima chegou a se recusar a prestar serviços para a dupla, e a um assédio, que teria sido praticado pelo homem em desfavor da namorada de um dos investigados.

O inquérito policial já foi enviado à Justiça e ao Ministério Público. Foi solicitada a conversão da prisão temporária dos jovens em preventiva.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre