Leia a carta deixada por bandidos que incendiaram dois ônibus em Muriaé

Um incêndio criminoso destruiu totalmente dois ônibus da Viação União em Muriaé. O fato se deu no final da madrugada de quinta-feira (7).

Bandidos armados chegaram na garagem da empresa, renderam funcionários e queimaram os veículos. Outros três ônibus foram danificados.

Durante a ação, os criminosos deixaram uma carta escrita à mão relatando que o ato teria relação a detentos que estão na Penitenciária de Muriaé.

Eles exigiam que os mesmos fossem transferidos para unidades prisionais em Belo Horizonte ou Juiz de Fora.

Confira o teor da carta:

“Estamos aqui na cidade para resolver o problema. Enquanto não solucionar vamos estar aqui por conta e para o que vocês quiserem. Queremos a transferência de 3 presos da cidade, os 3 estão no pavilhão 3 na penitenciária. Os diretores foram avisados sobre esse ocorrido antes, mas não avisaram ninguém. Os 3 tem que ser transferidos para a região metropolitana ou a cidade de Juiz de Fora, se caso contrário eles não forem para esses lugares, vamos continuar queimando os seus ônibus. Vocês tem uma semana para resolver isso, caso contrário vamos queimar 4 dos seus ônibus semana que vem. Se eles oprimidos ou tomarem um tapa (sic), vamos queimar até as garagens dos ônibus, se estão duvidando é só pagar para ver. Todos os diretores sabiam que iríamos queimar esses ônibus e pagaram para ver, então os ônibus será (sic) queimado até transferir os 3 presos. Estamos na cidade até a transferência e, se houver retaliações suas (sic) lá na penitenciária hoje, amanhã já pega fogo nos ônibus, temos informações de agente lá dentro. Agora é com vocês, estamos no aguarde (sic) e pronto para o problema, não adianta transferir para outra cidade na escama, porque se isso acontecer vocês nessa cidade vão sofrer com os coletivos torrados”.

A Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo