Home / Notícias / Policiais / Mãe flagra filha de 11 anos bêbada em festa em Muriaé e suspeita de estupro

Mãe flagra filha de 11 anos bêbada em festa em Muriaé e suspeita de estupro

Uma adolescente de 11 anos teria sido estuprada durante uma festa, na quinta-feira (17), na cidade de Muriaé.

A mãe da menina disse que havia autorizado sua filha a sair de casa por volta das 13h para ir até a casa de uma amiga, ficando combinado que ela voltasse até às 14h30. Como havia dado 17h e sua filha não tinha retornado, ela saiu a sua procura e descobriu que a menina estava na residência de um garoto, de 15 anos.

Ela deslocou até ao imóvel, onde estavam outros adolescentes, e deparou com sua filha totalmente alcoolizada, usando uma roupa que não era dela e sem as roupas intimas.




Imediatamente ela levou sua filha até ao Hospital São Paulo, pois suspeitava que ela tivesse sido abusada sexualmente. Um médico legista realizou exames na menina, constatando indicios de relação sexual recente.

Uma equipe da Polícia Militar fez contato com o morador da casa onde a adolescente foi encontrada. O garoto disse que aproveitou que seus pais estavam trabalhando para fazer um churrasco, que chamou alguns amigos e que a adolescente e outra menina participaram.

Quanto o fato da adolescente estar alcoolizada, ele disse que ela pegou uma garrafa de bebida alcoólica e passou a beber por conta própria. Ela então teria passado mal, chegando inclusive a vomitar. O garoto disse que deu um banho nela e vestiu algumas roupas suas nela.




Ele afirmou ainda que já teve um relacionamento com a menina, mas negou ter abusado dela e disse que também não presenciou ninguém tendo relações sexuais durante a festa.

Os demais participantes da festa não foram encontrados e as genitoras dos envolvidos foram orientadas quanto às demais providências.




Fonte: Guia Muriaé


Confira também

Jovens são presos por tráfico de drogas no distrito de Belisário

Dois jovens foram presos, no final da tarde dessa sexta-feira (3), suspeitos de envolvimento com …

2 comentários

  1. Para os pais desses meninos e meninas, nada como uma varinha de marmelo e umas 30 lambada na bunda até sangrar pra botar juízo nas cabeças. 11 anos e já transando, trabalhar que é bom, certamente não sabe.

  2. Se o rapaz fosse de maior, seria preso. Mas como é de menor, nada acontecerá. Este é o reflexo de nossas leis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre