PM preso em Muriaé suspeito de envolvimento em morte de prima teria forjado documentos para receber indenização

Vítima do homicídio
A Polícia Civil deflagrou a operação “Intimus” e prendeu nessa segunda-feira (21) um policial militar suspeito de envolvimento na morte de sua prima, uma mulher de 34 anos.

Nayara Andrade Rocha foi atingida por disparos de arma de fogo enquanto trabalhava no salão de beleza, na Rua Belisário, no bairro Barra, em Muriaé.

Segundo a PCMG, o suspeito forjava documentos para recebimento de indenização, ultrapassando o valor de R$ 15 milhões.

Maiores detalhes serão passados pelos delegados responsáveis pelo caso, Tayrone e Glaydson, durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (22), na Delegacia Regional em Muriaé às 14h30.

Fonte: Guia Muriaé


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo