PM recebe em média 300 ligações diárias em Muriaé; deste total 35,8% são trotes



O serviço de atendimento policial de emergência foi criado em 1981, em São Paulo, pela Polícia Militar em conjunto com a TELESP.

A exigência de que todo país deveria ter números gratuitos para serviços de emergência partiu da ONU, em 1980. Antes disso, para ligar para o Centro de Operações da PM era preciso discar um número comum, de difícil memorização e que não era gratuito. Adotado o sistema em todas as polícias do País, o telefone de emergência policial – 190 – se tornou um dos serviços mais acessados em todo o País.

No Estado de Minas Gerais, foram computados em 2017 a quantia de 2.131.766 acionamentos via 190. Esse serviço, resultou em 249.185 prisões, 25.211 veículos recuperados e 22.344 armas de fogo apreendidas.

Na cidade de Muriaé são, em média, 300 ligações diárias. Desse total, 35,8% são trotes, ligações involuntárias pelo celular e com ausência de interlocução; pedidos de informação são 16,2% (pergunta-se absurdos como horário de ônibus, como se paga IPVA, número de telefones públicos de fórum, delegacia, como se faz para realizar uma queixa, etc); 1,8% dos chamados são pedidos de ambulância e desconhecem o SAMU; 2,3% das ligações são feitas por pessoas que querem desabafar, reclamar de coisas do cotidiano e vêem no polícial alguém que possa resolver qualquer problema; apenas 7,6% são chamadas que exigem a intervenção imediata da Polícia Militar.

É importante destacar que o serviço é de emergência, de socorro imediato e, para tanto, as pessoas só devem ligar se estiverem num caso de emergência policial.

Agindo assim teremos um serviço mais rápido e eficiente de atendimento emergencial e combateremos o desgastante e, diga-se, frustrante, telefone 190 ocupado ou que não atende nunca.

O 47º Batalhão de Polícia Militar continua treinando e preparando seus policiais para servir com eficiência à população e, no caso do atendimento emergencial, telefone 190, conta com a participação de todos para o correto uso do serviço e a consequente melhoria da qualidade de vida da população muriaeense.

Fonte: PMMG

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.