Home / Notícias / Policiais / Polícia apura maus tratos no Canil Municipal de Muriaé

Polícia apura maus tratos no Canil Municipal de Muriaé

A Polícia Ambiental recolheu, na manhã desta quinta-feira (19), dois animais que estavam em situação de maus tratos/abandono no Canil Municipal de Muriaé.

Por volta das 8h, atentando solicitação da Curadoria do Meio Ambiente da Comarca de Muriaé, a Polícia Ambiental procedeu ao Canil Municipal para apurar uma denúncia de maus tratos aos animais que lá se encontram recolhidos. Pelo local, foram recebidos por um funcionário que acompanhou a fiscalização nas instalações e nos animais.




Foi constatado pelos policiais que a estrutura física do Canil Municipal está em boas condições, inclusive estão sendo realizadas obras de ampliação, e as instalações que acomodam os animais estavam limpas e havia comida e água para os cães. O Canil Municipal abriga atualmente cerca de quarenta animais, entre adultos e filhotes, sendo que dois filhotes apresentavam ferimentos na cabeça e outro adulto não conseguia nem se movimentar, o que evidenciava maus tratos/abandono. Os militares constataram ainda que os demais animais estavam todos magros, em tese, necessitando de maiores cuidados/tratamento. Foi apurado que o expediente do Canil Municipal é de 7 às 15h, sendo que após este horário ninguém permanece no local.

Os policiais tentaram contato com o diretor do canil, mas ele estava licenciado por problemas de saúde, assim como o veterinário, não havendo nenhum outro profissional da área em substituição do mesmo. Até a presente data, havia apenas uma funcionária cuidando dos animais.

Diante dos fatos, dois animais que estavam em condições de maus tratos/abandono foram recolhidos. Após contato com o Delegado de Plantão, este designou representantes da Associação Pata Amiga para ficarem responsáveis pelos animais, até mesmo porque a delegacia não dispõe de local adequeado para abrigar os animais. De acordo com a ONG, os animais serão levados a um veterinário.

A Perícia Técnica foi acionada e realizou os trabalhos de praxe, liberando o local. A Polícia Ambiental também solicitou um laudo a ser fornecido por um veterinário para demais providências.

A Prefeitura de Muriaé foi procurada pelo Guia Muriaé, mas não se manifestou até o fechamento da matéria.

Fonte: Guia Muriaé

Confira também

Agentes de segurança penitenciários de Muriaé serão enviados para força tarefa no Ceará

Dezesseis agentes de segurança penitenciários do Governo do Estado vão compor a Força Tarefa de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *