Home / Notícias / Policiais / Polícia conclui investigação da morte de homem em disputa por herança; irmão é acusado

Polícia conclui investigação da morte de homem em disputa por herança; irmão é acusado

Vítima do homicídio
A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu o inquérito policial que apurava a morte de Leandro Guimarães Cataldo, de 50 anos, no município de Muriaé.

Três pessoas, 22, 23 e 43 anos, foram indiciadas pelos crimes de homicídio duplamente qualificado – por promessa de recompensa e por impossibilidade de defesa da vítima-, ocultação de cadáver e fraude processual.

O corpo da vítima foi localizado, no dia 19 de fevereiro, em avançado estágio de decomposição, nas margens do Rio Glória, na estrada de acesso ao Povoado de Patrimônio dos Carneiros. O homem estava desaparecido desde o dia 12 do mesmo mês.




No dia 7 de abril, a PCMG prendeu o suspeito mais velho, irmão da vítima, que teria sido o mentor do assassinato. Na ocasião, durante as diligências, um jovem de 22 anos também foi preso.

Investigações apontam que ele e o outro investigado, que também se encontra preso, teriam participado da execução, com promessa de ganhar dinheiro.

De acordo com o Delegado Tayrony Espíndola, apurações indicam que a vítima teria sido morta com golpes de enxada. A motivação do crime estaria relacionada à disputa familiar, entre os irmãos, envolvendo herança e terras da família.




Além dos crimes de homicídio e ocultação de cadáver, eles também responderão por ter cometido fraude processual, em virtude da tentativa de destruir provas relacionadas às investigações, inclusive, de atear fogo no veículo da vítima.

Fonte: PCMG





Confira também

Morador de Muriaé morre em confronto com a PM de Goiás, que apreende 700 kg de drogas

Um morador de Muriaé morreu, na madrugada desta terça-feira (26), após um confronto com a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Experimentoe o Novo Livre