40 cidades da Zona da Mata entram na Onda Roxa do Minas Consciente

Os gestores dos municípios das Microrregiões de Saúde de Além Paraíba, Leopoldina/Cataguases, Juiz de Fora/Lima Duarte/São João Nepomuceno e Bicas/Santos Dumont decidiram de forma conjunta aderirem à onda roxa do plano Minas Consciente.

A deliberação foi confirmada após reunião realizada por meio virtual, no dia 11/3, com representantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e representantes da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).

A adesão à onda mais restritiva do plano implica em um maior controle das atividades e foi tomada para tentar frear a curva de contágio e a alta ocupação hospitalar vivenciadas nos últimos dias. A medida já foi adotada nas regiões Macrorregiões Noroeste, Triângulo do Norte, Triângulo Sul, Norte e nas Microrregião de Ponte Nova, Itabira, Guanhães, Manhuaçu e João Monlevade que também observam aumento de casos e internações por covid-19.

O Gerente Regional de Saúde de Leopoldina, Renan Guimarães de Oliveira, ressalta a necessidade do cumprimento das orientações previstas para onda roxa: “Redobrem a atenção sobre os cuidados essenciais previstos nos protocolos sanitários. Este novo momento da pandemia tem afetado com grande magnitude os hospitais”, alertou.

A onda roxa começou a vigorar no último sábado (13/3), diante da urgência na contenção da covid-19.

As principais medidas previstas pela onda roxa têm duração de 15 dias e determinam:

– A proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscaras de proteção, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado.
– Toque de recolher entre 20h e 5h.
– Funcionamento apenas dos serviços essenciais (setor de alimentos, exceto bares e restaurantes que só podem funcionar via delivery; serviços de saúde; bancos; transporte público; energia, gás petróleo, combustíveis e derivados; manutenção de equipamentos ou veículos; construção civil; lavanderias; serviços de tecnologia da informação, dados, imprensa e comunicação; serviços de interesse público como: água, esgoto, funerário e correios)
– Proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares.
– A proibição de eventos públicos e privados.
– A proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas de mesma família que não coabitam.

A decisão afeta os seguintes municípios das Microrregiões de Saúde de Além Paraíba e Leopoldina/Cataguases: Além Paraíba, Argirita, Astolfo Dutra, Cataguases, Dona Euzébia, Estrela Dalva, Itamarati de Minas, Laranjal, Leopoldina, Palma, Pirapaetinga, Recreio, Santana de Cataguases, Santo Antônio do Aventureiro e Volta Grande.

Já nas Microrregiões de Juiz de Fora/Lima Duarte/São João Nepomuceno e Bicas/Santos Dumont os municípios afetados são os seguintes: Andrelândia, Arantina, Belmiro Braga, Bias Fortes, Bocaina de Minas, Bom Jardim de Minas, Chácara, Chiador, Coronel Pacheco, Ewbank da Câmara, Goianá, Juiz de Fora, Liberdade, Lima Duarte, Matias Barbosa, Olaria, Passa-Vinte, Pedro Teixeira, Piau, Rio Novo, Rio Preto, Santa Bárbara do Monte Verde, Santa Rita de Jacutinga, Santana do Deserto e Simão Pereira.

Fonte: SES-MG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo