Acusado de matar e enterrar namorada, um dos homens mais procurados de MG é preso pela polícia

Um dos homens mais procurados do estado foi preso pela Polícia Militar (PMMG) na manhã deste sábado (30), em Caratinga, na região do Vale do Rio Doce.

José de Paula Vieira, de 60 anos, estava com mandado de prisão preventivo em aberto por suspeita de ter matado e enterrado a namorada em Belo Horizonte, no dia 23 de julho.

Os militares chegaram ao suspeito, em Caratinga, por meio de denúncia anônima que indicava o local exato de onde ele estava. Ao chegarem, os militares encontraram José de Paula nas proximidades do local indicado.

“Foi realizada uma busca pessoal no individuo e verificado seus pertences, porém nada de ilícito foi encontrado em seu poder. Em consulta ao sistema informatizado constatamos o mandado de prisão preventivo. O autor recebeu voz de prisão, sendo informado de seus direitos constitucionais e apresentado na delegacia para demais providências.”

Entenda

José de Paula Vieira, de 60 anos, é o principal suspeito de matar Regina Soares Viana, 55 anos, e enterrar o corpo dela em um depósito de materiais de construção, no bairro Glória, região Noroeste de Belo Horizonte. O corpo foi encontrado no sábado (23).

A Polícia Civil informou que José de Paula foi condenado pelo assassinato da ex-mulher, em 2000, e é suspeito de ser o responsável pelo desaparecimento de Ana Paula Rodrigues da Silva, de 29 anos, em agosto de 2020, em Caratinga, Vale do Rio Doce. A investigação da Polícia Civil aponta que José, natural de Caratinga, trabalhava no depósito há cerca de um ano e se relacionava com Regina há um mês.

Regina desapareceu no dia 16 de julho, quando o sobrinho começou a procurar por ela em diferentes locais. Em meio às buscas, foi até a empresa do namorado da tia para conversar com ele. O sobrinho suspeitou das informações passadas por José, que o impediu de entrar no depósito. No sábado (23), o familiar da vítima voltou ao local com a Polícia Civil. Ao vasculharem o terreno, encontraram o corpo.

Desaparecimento

A polícia informou que não há comprovação do envolvimento de José de Paula no desaparecimento de Ana Paula Rodrigues, em agosto de 2020. No entanto, a investigação aponta que a jovem desapareceu depois de ter saído de casa com ele, dizendo que iriam para a casa dele, no distrito de Santo Antônio do Manhuaçu. Quando a polícia o procurou, na época, José de Paula falou que deu dinheiro para Ana Paula voltar de ônibus para casa. Só que ela nunca mais foi vista. Em seguida o suspeito também desapareceu.

Fonte: Itatiaia

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo