Acusado de ser um dos maiores traficantes de Ubá e VRB é preso em condominio de luxo no RJ

O homem estava foragido da operação “Bereshit”, deflagrada pelo Gaeco, em 2019, e é suspeito de ser um dos principais responsáveis pela comercialização de drogas em Ubá e Visconde do Rio Branco

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, nesta terça-feira (07), no estado do Rio de Janeiro, um homem de 30 anos, foragido da operação “Bereshit”, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata Mineira, em março do último ano.

Ele é suspeito de ser um dos principais responsáveis pela comercialização de substâncias entorpecentes em Ubá e em Visconde do Rio Branco, contando, para o sucesso da empreitada criminosa, com um grande aparato pessoal e material, inclusive para “lavar” os valores decorrentes da prática criminosa, conforme o Ministério Público.

De acordo com o Titular da Delegacia Especializada Antidrogas em Juiz de Fora, Delegado Rafael Gomes, responsável pela ação no Rio de Janeiro, deflagrada após investigações, o homem foi localizado pela equipe de policiais civis em um condomínio de luxo, situado na Barra da Tijuca. Ainda conforme a autoridade policial, o indivíduo seria o “chefe” de uma organização criminosa voltada à prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e outras infrações consideradas graves.

O Delegado lembrou que no dia 29 de março, o MP, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de Visconde do Rio Branco, ofereceu denúncia contra 19 pessoas – entre elas, o homem preso em ação da PCMG- por formação de organização criminosa.

Fonte: PCMG


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo