Advogado é morto a golpes de machado em Juiz de Fora



A Polícia Civil investiga o assassinato de um advogado, que também era sargento reformado da Polícia Militar, que foi morto a golpes de machado em Juiz de Fora. Nesta quarta-feira (17), um suspeito foi preso e confessou o crime.

A vítima, de 75 anos, saiu de casa no dia 2 de janeiro para receber uma dívida de R$ 300 referente a honorários e não voltou mais. Ela foi até uma casa no Parque das Torres para cobrar um cliente, que na ocasião estava acompanhado de um comparsa. Eles aplicaram uma gravata no advogado e o executaram a golpes de machado. Em seguida, jogaram o corpo nas águas do Rio Paraibuna, que passa nos fundos do imóvel.

Um dos autores foi preso. Ele já tinha passagem na polícia por tentativa de homicídio e o advogado estava defendendo ele em uma causa por porte ilegal de arma de fogo. Na casa (foto) onde ocorreu o crime, policiais encontraram as roupas queimadas do advogado.

O delegado Luciano Vidal representou pela prisão temporária dos suspeitos. Eles serão indicados por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, dificultar a defesa da vítima e ocultação de cadáver.

Equipes do Corpo de Bombeiros seguem realizando buscas pelo corpo do advogado.

Fonte: Guia Muriaé, com informações do Tribuna de Minas

Últimas notícias em vídeo



Envie um comentário

 

Política de moderação de comentários

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o administrador do site pelo conteúdo do mesmo, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.