Após discussão em bar, homem é morto a facadas em Santa Margarida

Foto: Guia Muriaé
Um homem de 35 anos morreu após ser esfaqueado, na noite desse sábado (22), na cidade de Santa Margarida.

Por volta das 22h30, A Polícia Militar foi chamada e encontrou o corpo de Djalma Alves de Oliveira caído na Rua Rodolfo Pereira Campos ensanguentado. Uma ambulância do hospital foi prestar socorro, mas quando a enfermeira verificou os sinais vitais, a vítima já estava morta.

Foi apurado pela PM que um homem, de 56 anos, e a esposa estavam bebendo com Djalma e outro rapaz em um bar. Segundo o dono do estabelecimento, soube que o homem estava com uma faca e queria “acertar as contas” com um indivíduo de outra mesa, que teve relacionamento com a atual esposa dele.

O comerciante conta que pediu para o homem ir embora. O autor concordou e chamou a companheira para ir. Ela se recusou, alegando que queria terminar de beber. Foi nessa hora, segundo a versão da testemunha, que ele a pegou pelo braço e jogou a bebida no chão.

Já na rua, os dois companheiros de mesa ficaram insatisfeitos com a atitude e começaram a discutir. O autor então desferiu golpes de faca nas costas de Djalma, que correu por alguns metros e caiu morto no chão.

Os policiais saíram em rastreamento e localizaram o autor em sua casa. A faca usada no crime também foi encontrada.

Segundo a PM, ele confessou o crime e disse que estava no bar consumindo bebida alcoólica acompanhado por sua companheira e percebeu que Djalma estava passando a mão nas pernas dela.

Certo tempo depois, os quatro saíram do bar e, segundo o autor, observou que a vítima ainda estava passando a mão no corpo de sua companheira. Ele falou aos policiais que ficou “furioso”, retirou a faca da cintura, desferiu dois golpes contra a vítima e, em seguida, foi para casa.

O homem ainda declarou aos policiais que tinha a intenção de tentar contra a vida de outro homem, também estava no bar, tendo em vista que já viveu em com sua companheira e atualmente a procurava para tentar reatar o relacionamento.

Após o trabalho da perícia, o corpo da vítima foi liberado para funerária. O autor foi encaminhado até Delegacia da Polícia Civil de Plantão em Manhuaçu.

Fonte: Portal Caparaó


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre