Ataque de onça em cavalo é registrado na região

Em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, a Secretaria Municipal do Ambiente em ação conjunta com o setor de Vigilância Sanitária segue investigando o ataque de onça a um cavalo, no distrito de Boa Ventura. A equipe constatou que o animal foi realmente atacado por uma onça.

No início da semana passada, surgiram boatos sobre o aparecimento de uma possível onça na região de Bom Jesus do Itabapoana, mais nas proximidades de Santo Eduardo; quando começaram a circular alguns vídeos de animais machucados e mortos.

Em seguida surgiram outros vídeos mais, desta vez, de um cavalo machucado na zona rural de Boa Ventura e de uma suposta onça, em um depósito, na área urbana de Boa Ventura. O secretário Municipal do Ambiente Sérgio Zampiér enviou uma equipe ao local, a fim de investigar o caso.

Participaram da investigação Frank Arcanjo, subsecretário Municipal do Ambiente; Marcos Paulo M. Thomé, consultor de Biodiversidade da Secretaria Municipal do Ambiente; Patrick da Silva Costa, servidor da Secretaria Municipal do Ambiente; além de Andréia Seródio, coordenadora da Vigilância Sanitária e veterinária.

De acordo com o subsecretário Frank, o animal que estava transitando no depósito não era uma onça, mas, o cavalo foi realmente atacado por uma onça.

“Nós constatamos que o vídeo do animal na zona urbana não era uma onça, era um gato. Porém, houve um ataque de um felino ao cavalo, e foi sim um ataque de onça. O fato aconteceu na propriedade dos Medeiros em Boa Ventura e realizamos alguns procedimentos, juntamente com o biólogo e veterinária”, completa Frank.

O secretário Sérgio Zampiér explicou que as investigações irão continuar.

“Vamos montar um grupo para instalação de armadilhas fotográficas, para monitorarmos o animal e melhor conhecer os seus hábitos, caso ainda esteja naquelas imediações. Já em relação aos vídeos, precisamos lembrar que há muita informação desencontrada sobre datas e locais. Quando houver uma aparição desse tipo, nós precisamos dessa informação com mais agilidade e de forma concreta”, finaliza o secretário.

Fonte: PMI

Receba nossas notícias direto no seu WhatsApp! Envie uma mensagem para o número (32) 99125-5754 ou pelo link https://wa.me/5532991255754

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo