ATeG Café+Forte transforma lavoura em Tombos

Há quatro anos o produtor Cristiano Natalino de Barros trocou a atividade leiteira pela cafeicultura no Sítio Vista Alegre, em Tombos. Nos últimos dois anos a sua lavoura passou por transformações significativas com o auxílio do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES.

“No princípio a gente só plantava e deixava por conta da natureza. Com a chegada do técnico comecei a fazer análise de solo, adubar na hora certa e a lavoura começou a se desenvolver”, conta o produtor.

Com 12 mil pés de café e seguindo à risca as orientações, em 2019, Cristiano colheu 120 sacas. No ano passado a lavoura foi prejudicada por uma chuva de granizo, mas com o trabalho do produtor e do técnico de campo, Welison Oliveira a recuperação foi realizada com sucesso e a expectativa para a próxima safra é voltar à produção de 120 sacas na propriedade.

Welison destaca que a atenção e eficiência do produtor explicam os resultados alcançados. Ele ainda ressalta que Cristiano recebe bem as novas técnicas de manejo como o esqueletamento. O talhão em que a poda foi realizada não produzia de maneira satisfatória e atualmente está vigoroso e com potencial produtivo renovado.

Qualidade

Em 2020, Cristiano iniciou a produção de alguns lotes de café especial. Para isso, construiu um pequeno terreiro suspenso e participou de cursos oferecidos pelo SENAR MINAS em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Tombos.

O produtor enviou amostras para o Cupping do Programa ATeG do ano passado e, este ano, participa pela segunda vez do concurso que premia os melhores cafés produzidos por cafeicultores mineiros atendidos pelo programa.

Fonte: Senar MG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo