Atentado contra Jair Bolsonaro foi “a mando de Deus”, afirma autor

Em depoimento à polícia, o homem que esfaqueou o candidato a presidência Jair Bolsonaro disse que realizou o ataque “a mando de Deus”.

O caso aconteceu na tarde dessa quinta-feira (6), durante ato de campanha na Rua Halfeld, na região central de Juiz de Fora. O candidato era carregado por apoiadores e passava em meio ao público, quando Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, desferiu uma facada na região do abdômen de Bolsonaro. Ele acabou sendo contido e preso. A arma usada no crime foi apreendida.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, Adélio disse que agiu por motivos pessoais, os quais os policiais não iriam entender. Ainda disse que foi a “mando de Deus”. De acordo com a PM, ele já havia sido preso anteriormente, em 2013, pelo crime de lesão corporal em Montes Claros, no Norte de Minas.

Nas redes sociais, Adélio ataca vários políticos, entre eles Bolsonaro, e também pede a soltura do ex-presidente Lula. Ele já havia sido filiado ao PSOL.

Fonte: Guia Muriaé, com informações de O Tempo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre