Atrito verbal entre colegas termina no primeiro homicidio do ano em Cataguases

Atrito verbal entre colegas termina no primeiro homicidio do ano em Cataguases

A vítima, Edison do Carmo Barroso

Um desentendimento verbal entre dois colegas acabou na morte de Edison do Carmo Barroso, 45 anos, no início desta manhã de quinta-feira, 5, em Cataguases. O crime ocorreu no viveiro de mudas localizado na rodovia MG-447, Km 101, próximo ao Clube Meca. O autor, Valdeci Batista dos Santos, 48 anos, mais conhecido por “Baiano”, foi preso em flagrante após confessar o crime. Várias viaturas da Polícia Militar e da Polícia Civil estiveram no local para atender a ocorrência e dar início às buscas pelo suspeito que foi encontrado próximo ao local do crime e após ser interrogado, confessou o delito.

“Baiano” é funcionário do viveiro de mudas onde Edison ia frequentemente para conversar e até fazer um “bico”, segundo apurou a Polícia Militar, que esteve no local para registrar o fato onde também compareceu a perícia técnica. O crime teria acontecido no início da manhã, por volta das 6:30 horas. Baiano, ao chegar no Viveiro encontrou com Edison e, após um rápido desentendiment,o pegou um facão que estava próximo e desferiu três golpes contra Edison, que estava sentado. O primeiro acertou a nuca da vítima, o segundo o abdomem e o terceiro no queixo, caindo ao chão já sem vida.

O corpo foi levado para o necrotério do Pronto Socorro Municipal de Cataguases e após ser reconhecido pelos familiares foi liberado para o sepultamento.

Fonte: Marcelo Lopes


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Experimentoe o Novo Livre