Auxílio emergencial de R$ 600 começa a ser pago nesta quinta em MG

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) começa a pagar nesta quinta-feira (14/10) o Auxílio Emergencial Mineiro, a terceira transferência de renda do Governo de Minas para minimizar os impactos provocados pela crise causada pela pandemia de covid-19.

Recebem dia 14 os representantes familiares que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro que pertencem aos grupos prioritários (mães solteiras e seus filhos e famílias que não possuem o Bolsa Família). No dia 15, será a vez dos que nasceram em março e abril.

Ao todo serão mais de R$ 650 milhões para mais de 1 milhão de famílias cadastradas no CadÚnico em extrema pobreza (que recebem até R$ 89 mensais por pessoa).

O Auxílio Emergencial Mineiro será pago exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta “Caixa Tem”. Para quem já a possui conta na instituição, o benefício será depositado automaticamente. Para aqueles que ainda não possuem esta conta na instituição, será aberta uma conta automaticamente, que poderá ser movimentada pelo aplicativo de smartphone.

As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários porventura possuam na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício. Caso o beneficiário não possua celular, pode comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, portando um documento de identificação com foto, para que consiga fazer o saque do Auxílio Emergencial Mineiro.

Para dúvidas ou informações sobre o programa, acesse www.auxilioemergencialmineiro.mg.gov.br.

Como vai funcionar o auxílio estadual

Famílias prioritárias

Núcleos familiares que não recebem o Bolsa Família e que são cuidadas por mães solteiras. Elas já estão inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico)

Quando

O dinheiro será depositado entre esta quinta-feira (14) e o dia 21 de outubro

Valor

Uma parcela única de R$ 600

Calendário

Mês de aniversário do responsável familiar | Data de pagamento

Janeiro e fevereiro | 14/10/2021
Março e abril | 15/10/2021
Maio e junho | 18/10/2021
Julho e agosto | 19/10/2021
Setembro e outubro | 20/10/2021
Novembro e dezembro | 21/10/2021

Famílias não prioritárias

Núcleos familiares que também estão na extrema pobreza, mas recebem o Bolsa Família e não são liderados por mães solteiras

Valor

Uma parcela de R$ 600

Calendário

Mês de aniversário do responsável familiar | Data de pagamento

Janeiro e fevereiro | 22/10/2021
Março e abril | 25/10/2021
Maio e junho | 26/10/2021
Julho e agosto | 27/10/2021
Setembro e outubro | 28/10/2021
Novembro e dezembro | 29/10/2021

Fonte: Agência Minas


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo