Café produzido em Araponga está entre os melhores do Cup of Excellence 2021

Vinte e seis cafés da região das Matas de Minas foram selecionados na primeira fase nacional do Cup of Excellence 2021. Entre eles, dois produtores que participam do Pós – Ciclo do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Café+Forte oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Araponga.

O multipremiado café Jardim das Oliveiras produzido por Simone Sampaio junto ao João da Silva Neto e as filhas Sofia e Luisa figura entre os melhores. Toda a família comemora a classificação. “O concurso é um incentivo para o produtor e uma grande oportunidade de comercialização”, contou Simone.

Até agora, o café produzido pela família já ganhou 42 prêmios dos quais 17 foram primeiros lugares. Os excelentes resultados foram conquistados com o auxílio do programa ATeG Café+Forte. A produtora afirma que o acompanhamento pós-ciclo está sendo essencial para a manutenção da qualidade e para os novos planejamentos. “Estamos mais amadurecidos e focados em inovações para melhorar a produtividade e manter qualidade”.

O técnico de campo Laio Almeida acompanha a família e destaca que o comprometimento e o amor de todos pela cafeicultura fazem a diferença no dia a dia da propriedade e na constância da qualidade alcançada. “Acertar uma vez pode ser fácil, mas acertar sempre é fruto de muito trabalho e dedicação. Eles são muito atentos à gestão e a busca por novos conhecimentos e tecnologias”.

Incentivo

O segundo produtor na lista do Cup of Expellence 2021 é Edson Júnior de Miranda que segue os passos do pai, Edio Anacleto de Miranda na atividade realizada no Sítio Matinha. Concorrendo com a variedade catuaí 144, o produtor afirma que a classificação é um estímulo. “É muito gratificante receber o reconhecimento de todo trabalho feito durante o ano”, comentou.

O café da família já venceu duas vezes o Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para ‘Espresso’. Esteve duas vezes entre os dez melhores cafés do concurso Coffee of the Year e já foi o primeiro colocado da Região das Matas de Minas no concurso feito pela Nestlé. “O ATeG Café+Forte foi um divisor de águas para nós. Construímos juntos os melhores caminhos para alcançar a excelência, diminuindo custos e aumentando a produtividade e a qualidade de forma sustentável”, explicou, Edson.

“O Edson tem um grande olhar empreendedor, trata a propriedade com muita seriedade e tem uma excelente gestão econômica e de pessoas. A propriedade é propícia para a produção de cafés especiais e com a chegada do programa, investimos em novas metodologias e alternativas de produção com foco também na quantidade que é fundamental para a viabilidade da atividade”, apontou Laio Almeida.

Referências

Segundo o técnico Laio Almeida, os produtores são modelos de aproveitamento do programa ATeG Café+Forte por estarem abertos a inovação e a melhoria da infraestrutura, logística, e da comercialização, buscando novas oportunidades e trocando informações com outros produtores. “Vê-los entre os melhores do Brasil é uma consequência do trabalho que eles realizam com amor e seriedade”.

Cup of Excellence Brazil 2021

O Cup of Excellence é o principal concurso de qualidade para café do mundo. Ele é realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE).

Ao todo, 125 amostras de todo o país foram classificadas para a pré-seleção nacional. Todas tiveram nota igual ou superior a 87 pontos. Em 20 de outubro será divulgado o resultado dos cafés selecionados para a fase internacional da competição.

Fonte: Senar MG


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo